AVANÇADO QUE JOGOU COM CRISTIANO RONALDO EM MADRID E FOI 'FLOP' NO SPORTING ESTÁ DESESPERADO E PROCURA EMPREGO: "AINDA SOU FUTEBOLISTA"
Eterna promessa do emblema espanhol não rendeu em Alvalade e continua sem clube aos 30 anos
Redação Leonino
Texto
30 de Janeiro 2024, 16:25
Cristiano Ronaldo, Real Madrid, Barcelona

Jesé Rodríguez concedeu uma entrevista ao jornal espanhol ‘Marca’, numa altura em que está sem clube, após ter deixado o Coritiba no início deste ano. O avançado de 30 anos fez um apelo aos clubes por uma nova oportunidade, garantindo “100% de profissionalismo diário”.

“Tenho experiência em diferentes equipas e diferentes países, diferentes sistemas com treinadores com ideias muito diferentes e, acima de tudo, sou bom companheiro e quero ganhar. Sou um vencedor, o que gosto mesmo é de ganhar. Quem me der oportunidade não se vai arrepender”, assumiu o ex-Sporting.

“Que ninguém duvide de que sou e continuarei a ser futebolista. Levo quatro semanas a treinar de segunda a sexta-feira, às vezes aos sábados, com sessões duplas Recebi algumas propostas, mas não quis tomar decisões precipitadas. Gostava de chegar a um sítio onde tenha estabilidade, onde possa jogar com continuidade. Se tivesse essa continuidade que todos os jogadores procuram, tenho a certeza de que renderia”, continuou.

Jesé Rodríguez foi uma eterna promessa do Real Madrid e, apesar de ter representado os ‘merengues’ entre 2013 e 2016, nunca conseguiu ser figura preponderante no clube espanhol, tendo saído da capital do país vizinho com apenas 22 anos, numa altura em que Cristiano Ronaldo era a estrela do clube – chegando a ser comparado ao craque português.

Em 2014, na altura ao serviço dos merengues, o atleta garantiu que seria capaz de lutar pela conquista de uma Bola de Ouro. Jesé recordou o momento, afirmando que sempre confiou muito em si: “Disse essa frase porque estava no meu melhor momento. Estava a marcar golos, a jogar ao lado dos melhores e no melhor clube do mundo. Disse essa frase porque confiava em mim. Sempre confiei muito em mim”, apontou.

“Não sei se conseguiria ter conquistado ou não [a Bola de Ouro], mas conseguiria ter estado entre os candidatos. É o que acho, é essa a minha opinião. Cada um tem a sua. Dizia e volto a dizê-lo: se continuasse naquele momento de forma, estaria entre os candidatos”, concluiu o o antigo parceiro de Cristiano Ronaldo.

O atacante espanhol, agora com 30 anos, transferiu-se para o Paris Saint-Germain em 2016, onde não se afirmou. Seguiram-se empréstimos no Las Palmas, Stoke City, Bétis e Sporting. Em Alvalade, marcou um golo em 17 jogos.

  Comentários