CRAQUE DO SPORTING MARCA A PORTUGAL NA FINAL E CONQUISTA TAÇA DAS NAÇÕES
Seleção nacional perdeu derradeiro encontro por 5-2 e não conseguiu erguer troféu internacional
Redação Leonino
Texto
1 de Abril 2024, 20:55
Bandeiras Portugal

A seleção portuguesa de hóquei em patins perdeu 5-2 frente à Argentina na final da Taça das Nações, competição que não se realizava desde 2019. Cinco anos depois, Portugal volta a conquistar lugar na disputa decisiva, mas desta feita não conseguiu levar o troféu.

Rivais em terras lusitanas, os internacionais argentinos que marcaram na final disputada em Montreux, na Suíça, jogam todos a serviço de emblemas portugueses – Facundo Bridge, pelo Sporting; Danilo Rampulla, pelo Barcelos; Lucas Ordóñez, pelo Benfica; e Facundo Navarro (ex Sporting que joga pela Oliveirense).

A equipa portuguesa, destacada como a mais premiada da prova internacional (21 títulos), entrou a vencer frente aos terceiros mais premiados (agora cinco vezes campeões). Hélder Nunes estreou o marcador, logo aos 7 minutos, a favor da turma liderada por Paulo Freitas, mas a vantagem não se revelou duradoura.

Facundo Bridge, jogador do Sporting, empatou (10′) pela formação de José Luis Paez, e a partir daí os argentinos continuaram a somar, mantendo sempre o resultado a seu favor. Danilo Rampulla marcou o tento da reviravolta (13′), e Lucas Ordóñez, avançado das águias, fez dois pela equipa vitoriosa (27′,44′), com um de Portugal (João Rodrigues, 31′) e outro da Argentina (Facundo Navarro, 33′) pelo meio .

A final da Taça das Nações de hóquei em patins terminou, portanto, em derrota para Portugal. A seleção com mais títulos no torneio é seguida por Espanha, 17 vezes campeã, mas que ficou este ano aquém, tendo garantido apenas o quinto lugar. A grande surpresa da temporada foi a seleção francesa, que conquistou a terceira posição, com vitória frente à Itália nas grandes penalidades, depois de empate 5-5 em prolongamento.

Imagem de destaque
  Comentários