DEVE SER PARA OS APANHADOS! PEÇA CHAVE DE AMORIM NO SPORTING RI-SE DEPOIS DE ACUSADO DE SER 'PROTEGIDO' PELOS ÁRBITROS
Jogador leonino revela ainda grande vontade de jogar na Liga dos Campeões com Clube de Alvalade
Redação Leonino
Texto
27 de Dezembro 2023, 10:11
Francisco Trincão, Marcus Edwards, Pedro Gonçalves, Marcus Edwards, Viktor Gyokeres, Matheus Reis, Sporting

Em entrevista exclusiva ao jornal Record, o avançado do Sporting, Viktor Gyokeres, expressou o seu desejo de disputar a Liga dos Campeões pelo clube leonino e diz não ter nenhuma proteção por parte das equipas de arbitragem em Portugal.

“Tenho essa proteção [perguntou espantado e sorriu]? Certo… Não sei se sou protegido, devem perguntar isso aos árbitros… O meu sentimento é que, jogando numa outra liga, por vezes sofrem-se mais faltas e que está tudo contra nós”, começou por dizer.

“Creio que já me aconteceu o mesmo quando joguei na Suécia, em Inglaterra e até na Alemanha. Não é diferente aqui, por isso não vou fazer mais comentários”, justificou sobre as críticas de comentadores de outros clubes que afirmam que GyOkeres desfruta de uma proteção excessiva por parte dos juizes.

“No início vi alguns cartões, é verdade, marcaram-me muitas faltas e foi difícil lidar com isso… Enfrentei uma realidade diferente nessa área em relação ao que estava habituado, mas é algo a que me fui acostumando. Porém, hoje já deixou de ser um problema para mim”, considerou.

Questionado sobre a possibilidade de haver uma mentalidade diferente dos jogadores em Portugal que se deixam cair ao menor contacto, o avançado comentou: “Às vezes acontece, sim, mas isso também faz parte do jogo; acontece em muitas ligas. Não acredito que seja algo específico daqui, mas, claro, já vi. Não é tão comum no Championship, mas não nos podemos deixar afetar por isso. É um desperdício de energia tentar mudar a situação.”

“Tento fazer o básico, mas de uma forma consistente. Procuro sempre fazer o melhor para mim e para o meu corpo, sinto mesmo essa necessidade de aprender com o meu corpo pois todos somos diferentes, e as necessidades também variam na performance e depois na recuperação de um jogo de futebol”, explicou Gyökeres sobre os cuidados com o seu corpo.

Imagem de destaque
  Comentários