ESCÂNDALO EM GUIMARÃES CONTINUA A DAR QUE FALAR; DÁRIO ESSUGO SUSPENSO POR AGRESSÃO; MÉDIO DO SPORTING CASTIGADO
Duelo da jornada 13 da Liga Portugal Betclic continua a fazer correr muita tinta; Jogador leonino punido pela Conselho de Disciplina
Redação Leonino
Texto
19 de Março 2024, 20:29
Dário Essugo, Sporting

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol suspendeu Dário Essugo por 30 dias e multou o médio emprestado pelo Sporting ao Chaves em 1.020 euros, por acontecimentos no encontro entre Vitória de Guimarães e leões (3-2), em da 13.ª jornada da Liga Portugal Betclic.

O episódio na origem da agressão imputada a Essugo marcou os instantes finais do duelo entre vimaranenses e leões e começou por envolver um apanha-bolas e Luís Neto. O sucedido tinha levado à abertura de processos disciplinares.

Essugo estava, de acordo com a acusação, acusado de infrações relacionadas com o artigo 145.º do Regulamento Disciplinar, relacionado com agressões, assim como Luís Neto. Por seu turno, o central foi absolvido, refere o acórdão do processo disciplinar anunciado esta terça-feira pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

“Absolve o arguido Luís Carlos Novo Neto do ilícito disciplinar (…) de que vinha acusado, porquanto a conduta que lhe era imputada foi objeto de análise por elementos da equipa de arbitragem, em toda a sua extensão, conforme ficou demonstrado nos autos, tendo aplicação no caso vertente a field of play doctrine, ficando o Conselho de Disciplina impossibilitado de decidir sobre tal conduta”, pode ler-se.

De recordar que, em cima do intervalo, João Pinheiro assinalou falta inexistente de Antonio Adán sobre Ricardo Mangas. O jogador vitoriano já tinha cartão amarelo e deveria ter visto o segundo, mas o juíz da partida assinalou grande penalidade contra os leões.

O lance não deixa margem para dúvidas, mas nem o árbitro nem o VAR reverteram uma decisão que promete marcar esta Liga Portugal Betclic. Gonçalo Inácio havia dado vantagem aos leões em Guimarães poucos minutos antes.

João Pinheiro é useiro e vezeiro em prejudicar o Sporting, principalmente em dérbis ou Clássicos. João Pinheiro foi responsável pela expulsão de Coates no Dragão, em 2021/22, e validou, ilegalmente, o golo ao Benfica, no empate em Alvalade (2-2) da temporada passada.

Imagem de destaque
  Comentários