ESPECIALISTA EM COMPORTAMENTOS HUMANOS ARRASA MIGUEL VICENTE E AFIRMA: "NUNCA DEVIA TER ENTRADO"
Algarvio tem estado desde o início do programa no centro das atenções e já foi o motivo de desistência de 'Zaza'
Redação Leonino
Texto
31 de Janeiro 2024, 16:39
Big Brother, Miguel Vicente

Miguel Vicente “já deveria ter sido expulso” do Big Brother – Desafio Final, segundo a opinião expressa por Susana Areal, profiler e especialista em comportamento humano, numa sessão de perguntas e respostas nas stories do Instagram dedicadas ao reality show da TVI.

Susana Areal analisou a participação do concorrente algarvio Miguel Vicente na casa mais vigiada do país e revelou os motivos que, na sua perspetiva, justificariam a expulsão do concorrente: “Eu acho que ele já deveria ter sido expulso por vários motivos: Falta de respeito para com os colegas, falta de respeito para com a produção ao não cumprir ordens repetidamente, violência psicológica, ameaças, enfim… O que não faltam são motivos para a produção o expulsar!”, prosseguiu:

“O que não encontro são razões válidas para justificar o seu tipo de comportamento e mantê-lo no jogo, exceto fatores económicos: atrai audiências e gera muito dinheiro em chamadas. Quando o dinheiro se sobrepõe ao bem-estar psicológico de todos os concorrentes, é preocupante”, afirmou.

A especialista em comportamento humano também apontou: “Na minha opinião, o Miguel nem sequer deveria ter entrado. Agora que está lá, teve várias atitudes que, se fosse meu familiar, me teriam preocupado. Portanto, eu, como mãe, sim, iria buscá-lo e assegurar apoio para o meu filho. Mas isto sou eu”.

Relembra-se que estão nomeados para abandonarem o programa na gala do próximo domingo, dia 4 de janeiro, Rafael Teixeira e Miguel Vicente, que voltam a estar nomeados, Carlos Sousa, e ainda Joana Taful que ingressou no reality show aquando da saída de Jandira Dias. Jéssica Galhofas e ‘Zaza’ também abandonaram a casa.

Mais se recorda que na última gala do programa, Diana Lopes foi a expulsa pelos portugueses e abandonou a casa mais vigiada do país. Entretanto foi Francisco Monteiro quem escolheu sair por motivos relacionados com o algarvio Miguel Vicente.

  Comentários