“ESTAMOS MELHOR DO QUE HÁ UM OU DOIS ANOS”
Em entrevista à Sporting TV, André Bernardo, administrador da SAD e diretor do Jornal Sporting, falou sobre futuro dos leões
Redação Leonino
Texto
17 de Maio 2020, 11:07

André Bernardo, recentemente promovido a administrador da SAD e também a diretor do Jornal Sporting, concedeu uma entrevista à Sporting TV onde, para lá de abordar o documento “Regresso ao Futuro”, falou sobre a estratégia para os próximos anos.

Quanto ao documento que o Clube apresentou aos Sócios, André Bernardo justificou a importância do mesmo com o “contexto atual desta pandemia, o clima de incerteza que trás, uma questão de objetividade, que era importante trazer para a discussão pública, sobretudo a nível da comunicação que rodeia o ecossistema do Sporting CP”.

O administrador da SAD disse ainda que o objetivo do “regresso ao futuro” passou para “explicar onde estamos, para onde é que nós queremos ir, e como havemos de lá chegar”. O diretor do Jornal Sporting acrescentou que o Clube está hoje muito melhor do que quando a atual direção iniciou o mandato “fruto de dois pilares desse planeamento estratégico que iniciámos há dois anos, o processo de consolidação financeira e a aposta na formação, que nos permitiu reagir a esta crise inédita de outra maneira”.

Quanto à vertente financeira, André Bernardo garantiu que a direção de Frederico Varanda esteve, durante estes dois, “a ganhar um bocadinho de oxigénio para começar a executar algumas das coisas para as quais estávamos a trabalhar”. O administrador da SAD admitiu que “devido ao Covid temos de congelar algumas das situações, perceber o que vai acontecer e trabalhar também em formas diferentes de encontrar respostas diferentes para o novo normal”.

Por fim, André Bernardo revelou que, apesar das dificuldades que o Clube tem sentido, a formação é um pilar essencial na estratégia atual e, dessa forma, o Sporting CP tem realizado diversos investimentos na academia: “Não deixámos de investir em algumas coisas, como €2M na Academia, para onde temos um projeto de €12M, e de introduzir alterações que podem parecer pequenas, mas que têm impactos brutais”.

Fotografia de Sporting CP

  Comentários