EXCLUSIVO LEONINO - ESTRUTURA CONFIA EM ESCOLHA DE AMORIM: JOVEM DISPUTADO POR ARSENAL E DORTMUND SERÁ TITULAR DO SPORTING
Técnico dos verdes e brancos tem planos para o futuro e acredita que lugar no onze inicial está assegurado
Redação Leonino
Texto
10 de Março 2024, 06:00
Rúben Amorim, Frederico Varandas, Hugo Viana, Sporting

Iván Fresneda é, na ótica de Rúben Amorim, o futuro titular na ala direita do Sporting. O treinador acredita muito nas capacidades do espanhol, sabe o Leonino. Segundo informação apurada pelo nosso Jornal, junto de fonte próxima do processo, o defesa está a ser trabalhado ao pormenor por Carlos Fernandes, Emanuel Ferro, Adélio Cândido e a restante equipa técnica.

O internacional pelas camadas jovens da La Roja tem tudo para ‘explodir’ e ser uma ameaça séria no corredor direito dos leões. Apesar de não oferecer tanto em termos de ataque como Pedro Porro, defensivamente mostra-se com uma solidez diferente da do antigo ‘camisola 24’ do Clube de Alvalade.

O objetivo de Rúben Amorim é ir adaptando Fresneda aos poucos, visto que vem de uma realidade diferente. No Valladolid, jogava numa defesa a quatro e os treinador dos leões não abdica do sistema de três centrais, com os alas bastante projetados em zonas ofensivas do terreno. No entanto, a lesão contraída pelo jogador, que o afastou cerca de três meses, atrasou o processo.

Esta temporada, Iván Fresneda – que, aquando do momento de assinar pelos leões era cobiçado também por Arsenal e Borussia Dortmund -realizou apenas seis encontros, fruto do tempo em que esteve fora dos relvados: quatro na Liga Europa (120 minutos), um na Liga Portugal Betclic (seis minutos) e outro na Taça de Portugal (45 minutos).

Ao todo, o espanhol contabilizou 171 minutos pela equipa principal do Sporting, sendo que ainda ‘deu uma perninha’ a Filipe Çelikkaya, na equipa B, tendo feito 90 minutos e uma assistência, na vitória frente ao Pêro Pinheiro. O jogador de 19 anos – avaliado em 11 milhões de euros – tem contrato com os verdes e brancos até junho de 2028 e uma cláusula de rescisão fixada na ordem dos 80 milhões de euros.

Imagem de destaque
  Comentários