EXCLUSIVO LEONINO - 'FAZ TUDO' DE AMORIM COM FUTURO POR DEFINIR; VARANDAS NEGOCEIA RENOVAÇÃO, MAS SAÍDA DO SPORTING ESTÁ ABERTA
Presidente e treinador dos leões tentam agilizar contrato de jogador do Sporting, mas situação tarda em ficar resolvida
Redação Leonino
Texto
11 de Fevereiro 2024, 06:00
Rúben Amorim, Frederico Varandas, Sporting

O futuro de Matheus Reis é, para já, uma incógnita, sabe o Leonino. O grande objetivo de Rúben Amorim e Frederico Varandas é renovar contrato com o futebolista, mas as negociações duram há vários meses, não existindo, ainda, um consenso entre as duas partes.

Nas últimas informações sobre o prolongamento do vínculo do brasileiro, faltava definir o salário estipulado no novo contrato do ‘camisola 2’, no entanto, desde então que o tema ainda não ficou fechado, segundo informação apurada pelo nosso Jornal.

Com contrato até junho de 2026 e uma cláusula de rescisão fixada na ordem dos 45 milhões de euros, Matheus Reis aguarda duas alternativas: ou renova com a turma de Rúben Amorim, ou será vendido no mercado de verão, de forma a que a Direção do Clube, liderada por Frederico Varandas, tente evitar que o atleta saia a ‘custo zero’.

Certo é que o ‘faz tudo’ – vai rodando entre defesa central e ala esquerdo – de Rúben Amorim tem confiança do treinador para continuar com a Listada verde e branca. Resta ultimar detalhes das negociações para que permaneça mais uns anos em Alvalade.

Esta temporada Matheus Reis – avaliado em 8 milhões de euros – leva 30 encontros pelo Sporting (1.865 minutos): 17 na Liga Portugal Betclic (978), seis na Liga Europa (413), quatro na Taça de Portugal (279) e três na Taça da Liga (177). O brasileiro de 28 anos apontou quatro assistências, diante do Boavista, Sturm Graz, Porto e Casa Pia.

Ao todo, desde que chegou ao Sporting de Rúben Amorim, oriundo do Rio Ave, em janeiro de 2021, Matheus Reis realizou 140 encontros, marcou três golos, fez seis assistências e conquistou um Campeonato Nacional (2020/21), uma Taça da Liga (2021/22) e uma Supertaça Cândido de Oliveira.

Recorde aqui esta obra de arte de Matheus Reis:

  Comentários