GOLO DE EVANILSON NO PORTO - SPORTING CAUSOU FERIDOS NAS BANCADAS; CRIANÇAS FORAM ASSISTIDAS
Já antes do início da partida foram vários os momentos de grande sobressalto tanto dentro como fora do Jamor
Redação Leonino
Texto
26 de Maio 2024, 20:31
Viktor Gyokeres, Morten Hjulmand, Sporting, Francisco Trincão, Jamor, João Pinheiro

Na sequência da carga policial sobre os adeptos do Porto, que saltaram da bancada para celebrar o 1-1 na primeira parte da final da Taça de Portugal, duas crianças tiveram de receber assistência médica. O lance surgiu aos 26′ depois de um erro de Geny Catamo. Num lance aparentemente controlado, o defesa moçambicano, com um corte pouco ortodoxo, colocou o esférico nos pés de Evanilson, que empatou o encontro.

Os adeptos do Porto semearam o caos antes do encontro da final da Taça de Portugal. Os momentos que antecedem o início da partida ficaram marcados por cenas de pancadaria entre elementos dos Super Dragões nas bancadas do Estádio Nacional e em confrontos com a PSP nas imediações do Jamor.

A polícia foi mesmo obrigada a disparar balas de borracha fora do recinto e a proceder à detenção dos desordeiros. Dentro do Estádio, alguns adeptos do azuis e brancos geraram, entre si, momentos de grande sobressalto no topo sul. A situação parece já estar normalizada.

O lance capital do encontro aconteceu à passagem dos 29 minutos. Foi assinalada grande penalidade a favor dos dragões, após ‘falta’ de Jeremiah St. Juste – que viu cartão vermelho direto – por agarrão a Wenderson Galeno.

Após receber as indicações de João Pinheiro (VAR), o juiz do encontro anunciou que o cartão vermelho a St. Juste se mantinha-se, mas o penálti foi revertido para livre direto. O lance entre o neerlandês e o extremo brasileiro deixa muitas dúvidas.

Com esta derrota – a sexta ª em 54 encontros na presente temporada –, o Sporting não consegue conquistar a dobradinha. Os leões procuravam erguer a prova rainha pela 18.ª vez. A última conquista aconteceu em 2018/19, sob comando técnico de Marcel Keizer.

  Comentários