JORGE FONSECA DE BRONZE EM BUDAPESTE
Judoca do Sporting CP fechou Grand Slam Húngaro no pódio
Duarte Pereira da Silva
Texto
26 de Outubro 2020, 10:30
summary_large_image

Jorge Fonseca conquistou, este domingo, 25 de outubro, a medalha de bronze na categoria de -100 kg no Grand Slam de Budapeste, na Hungria.

No percurso até à final, o judoca do Sporting CP deixou pelo caminho Simeon Catharina, Cédric Olivar e Miklos Cirjenics. Na meia-final, Jorge Fonseca foi derrotado pelo russo Arman Adamian, tendo sido relegado para a luta pelo terceiro lugar. Nessa fase, o judoca verde e branco derrotou Alexandre Iddir, conquistando, assim, a medalha de bronze.

Em declarações aos jornalistas, Jorge Fonseca analisou a sua prestação na competição: “Ao longo dos combates cometi alguns erros que já não são habituais em mim. Devem-se também à falta de competição. Sempre foram oito meses sem provas. Não estamos cá para perder e voltar tudo ao zero”.

O judoca salientou que a falta de ritmo competitivo era um obstáculo: “Não tinha dado para rodar antes de vir, mas aproveitei o estágio da Seleção em Coimbra, onde esteve o Brasil, para treinar ao máximo. Queria fazer alguma coisa nesta prova. Felizmente, correu bem”.

Por fim, falou sobre o combate de atribuição do terceiro lugar: “Quando abri os braços, foi por o Iddir ser canhoto e ter estado a fazer um judo que não me favorece. Sei que sou mais forte que ele, só me queria controlar as pegas e não me deixar fazer judo. Chegou uma altura em que quis mostrar que sou o Jorge, campeão do mundo. Quando tive oportunidade mostrei-lhe que quem manda ali sou eu”, vincou.

Fotografia de Sporting CP

  Comentários