LUÍS NETO APLAUDE EXIBIÇÃO DE TITULAR DO SPORTING DIANTE DO ESTORIL: "UM DIA PARA RECORDAR"
Internacional português deixa elogios à prestação do pupilo de Rúben Amorim na última partida da Liga portuguesa
Redação Leonino
Texto
14 de Maio 2024, 18:17
Luís Neto, Sporting, Rúben Amorim,

Luís Neto deixou elogios à estreia Diogo Pinto no encontro frente ao Estoril (1-0) Em entrevista, à Sporttv+, o internacional português de 35 anos comentou o primeiro jogo do jovem guarda-redes de 19 anos e diz que o pupilo de Rúben Amorim teve um dia “para recordar” no futuro.

“O Diogo treinou sempre connosco depois de o Callai ir para o Feirense. Queríamos que ele tivesse uma boa estreia, o primeiro jogo é sempre importante num jogador jovem. Principalmente num guarda-redes e num defesa, que dão muita importância a não sofrer golos”, admitiu.

Neto foi mais longe nas declarações prestadas e debruçou-se sobre os conselhos dados a Diogo Pinto na deslocação ao Estoril. “Além de informações mais técnicas do Vital [técnico de guarda-redes] e do treinador, dissemos-lhe que não ia mostrar tudo neste jogo e para não ter pressa em mostrar qualidades, que é bom com os pés, etc”.

Luís Neto disse ainda que “este tipo de jogador jovem acaba por ter mais pressão em treino do que em jogo, porque no treino o treinador está a dar muita informação e no jogo temos as amarras mais soltas para colocar a nossa qualidade no máximo”.

“Foi uma folha limpa, teve um jogo seguro, uma vitória e um dia para recordar. Pode pensar-se que se ele fosse o melhor, a equipa teria feito uma grande exibição, mas prefiro que tenha sido assim, com um jogo em branco sem golos sofridos, para continuar a trabalhar para ser ainda melhor guarda-redes”.

Diogo Pinto fez história e sagrou-se campeão nacional pelos leões na partida frente ao Estoril. O ‘camisola 51’ poderá ser opção de Rúben Amorim até ao final da presente temporada, numa fase em que o Sporting ainda tem a Taça de Portugal para conquistar, por conta das ausências de Antonio Adán e Franco Israel, ambos por lesão.

  Comentários