MISSÃO CUMPRIDA: VOLEIBOL SEGUE EM FRENTE NA EUROPA
Sporting CP derrotado pelo BV Kladno, por 3-2, mas segue para os quartos-de-final da CEV Challenge Cup
Duarte Pereira da Silva
Texto
11 de Fevereiro 2020, 22:09
summary_large_image

O Sporting CP foi esta noite, 11 de fevereiro, derrotado pelo BV Kladno por 3-2, mas, fruto da vitória por 3-0 na primeira mão, garantiu, assim, a qualificação para os quartos-de-final da CEV Challenge Cup. Num jogo mais complicado do que inicialmente previsto, os checos venceram 20-25, 25-23, 15-25, 25-14 e 15-12. Na próxima ronda, a turma de Alvalade defrontará o Penzugyor (Hungria) ou o Haasrode Leuven (Bélgica).

Os comandados de Gersinho entraram fortes na contenda e rapidamente alcançaram uma vantagem de 11-6. Perante a superioridade verde e branca, o treinador do BV Kladno, Milan Fortunik, viu-se obrigado a parar o encontro. Depois da pausa, apesar da ligeira aproximação dos checos (15-11), o Sporting CP manteve-se sempre no controlo do jogo. O BV Kladno ia mostrando tremendas dificuldades na receção e no capítulo do serviço não estava a ser capaz de colocar dificuldades de maior aos leões.

Até ao final do primeiro set, Milan Fortunik voltou a pedir desconto de tempo e a equipa checa até chegou a estar a apenas quatro pontos (23-19), mas o conjunto de Gersinho haveria mesmo de vencer primeira partida por 25-20. Neste set, destaque para Ángel Dennis e Athos Costa, que estiveram em excelente plano.

Athos Costa esteve em grande destaque no primeiro set

No segundo parcial, em que o BV Kladno jogava a sobrevivência na CEV Challenge Cup, os comandados de Milan Fortunik saíram na frente do marcador (7-5, 8-6). A maior agressividade no serviço e algum relaxamento do Sporting CP ajudam a explicar esta ligeira desvantagem. Todavia, depois de recuperados os índices de concentração, os rapazes de verde e branco voltaram a passar para a liderança já a meio do segundo parcial (13-12).

Em face do dilatar da margem leonina (16-14 e 18-14), o treinador do BV Kladno pediu dois descontos de tempo quase consecutivos e o conjunto checo conseguiu mesmo passar para a frente do marcador (23-22). Num final de set nada bem conseguido pelos pupilos de Gersinho, os checos conseguiram mesmo vencer o segundo parcial por 25-23 e igualar a partida.

Após a perda do segundo set, os leões elevaram os índices exibicionais e desde cedo passaram para o controlo das operações (9-5), obrigando o treinador checo a parar o jogo. O desconto de tempo de Milan Fortunik teve o condão inicial de impedir que a vantagem leonina crescesse ainda mais, mas o Sporting CP acabaria por demonstrar a sua maior qualidade e disparar no marcador (16-10). Contrariamente ao que tinha acontecido no set anterior, a turma de Alvalade não desperdiçou o avanço que tinha e, fruto da vitória por 3-0 na primeira mão, venceu o terceiro set por 25 – 15 e confirmou mesmo a qualificação para os quartos-de-final da CEV Challenge Cup.

Com o objetivo principal garantido, Gersinho aproveitou para dar minutos a jogadores menos utilizados, como Hélio Sanches, Gil Meireles ou José Monteiro e a equipa naturalmente baixou o rendimento. O BV Kladno entrou forte e alcançou uma vantagem de quatro pontos (7-3), o que obrigou o treinador do Sporting CP a pedir um desconto de tempo. Apesar disso, os checos continuaram a superiorizar-se e lideraram todo o quarto set, tendo acabado por vencer o mesmo por uns expressivos 25-14.

Na negra, com Miguel Afonso e Miguel Albuquerque entre os 349 adeptos presentes no Pavilhão João Rocha, o Clube fundado em 1906 voltou a não se conseguir encontrar e acabou derrotado por 15-12.

No próximo sábado, 15 de fevereiro, os leões deslocam-se até à cidade de Guimarães para defrontar o Vitória SC. A partida, relativa à 21.ª jornada da fase regular do Campeonato Honda, joga-se pelas 15h00.

  Comentários