NÉLSON PEREIRA DEIXA DICA A RÚBEN AMORIM E ELEGE OS TRÊS MAIORES PRODÍGIOS DO SPORTING
Antigo guarda-redes do Clube de Alvalade tece rasgados elogios a trio de jovens promissores dos leões
Redação Leonino
Texto
25 de Março 2024, 16:41
Nélson Pereira, Sporting

Nélson Pereira, antigo guarda-redes do Sporting, elegeu os três maiores prodígios da Academia leonina. Em entrevista ao ‘Desporto ao Minuto’, o ex-leão deixou rasgados elogios a Rafael Nel, Diogo Pinto e Geovany Quenda.

Há um miúdo, que apareceu de repente, que é o Rafael Nel, que está a dar passos bastante interessantes no seu processo. Estava com os juniores, depois o João Pereira começou a chamá-lo para os sub-23, o Filipe Celikkaya também pegou nele e começou a introduzir aquela exigência e comportamentos que são necessários para a etapa seguinte”.

“Já foi chamado à equipa principal, já se estreou num jogo da Liga Europa [contra o Young Boys], por isso, é perceber que isto são fases”, avalia Nélson Pereira, antes de falar em Diogo Pinto, guarda-redes que tem marcado presença no banco de suplentes da equipa A.

“Vejo nele muito potencial. Gosto muito do Diogo Pinto. Está em número dois do Franco Israel. Mas, parece-me que, se não houver datas sobrepostas, devia continuar a jogar pela equipa B. Pouca gente acompanhou o processo de evolução dele, mas é extraordinário. É importante manter a competição. Já está num bom grau de exigência, em termos de treino, na equipa A, se puder competir ainda melhor”, explica, elogiando de seguida Geovany Quenda.

“É um virtuoso do futebol. Um miúdo com qualidade, objetivo, desequilibrador. Tem de ser dar mérito ao Rúben Amorim porque já o levou a jogo, não o colocou em campo. Está a dar-lhe os degraus que tem de subir. Isso é bom para jogadores bastante jovens, porque depois pode haver um deslumbramento. Mesmo com o Filipe Celikkaya, vai algumas vezes para o banco. Há aqui algumas cautelas para não queimar etapas”, termina Nélson Pereira.

Fotografia de Sporting

Imagem de destaque
  Comentários