NOVA DIVISÃO DA RECEITA DE BRUNO FERNANDES PODE BENEFICIAR O SPORTING CP
Clube leonino e bancos parceiros podem sair beneficiados com uma possível redistribuição da receita da transferência de Bruno Fernandes para Inglaterra
Redação Leonino
Texto
7 de Maio 2020, 11:08

No seguimento da queixa da Sampdoria junto da FIFA em relação à transferência de Bruno Fernandes para o Manchester United, o Sporting CP já saiu em defesa e se tiver de recorrer ao tribunal, o Clube leonino pode sair beneficiado com a redistribuição da receita de venda do internacional português. Mas não é o único, uma vez que os bancos também têm direito a uma percentagem da receita.

Se o clube italiano não receber os 10% da mais valia que exige, o valor em causa (4,65 milhões de euros) será repartido pelos leões, que receberão 3,22 milhões de euros, e os parceiros bancários, que têm direito a 1,38 milhões de euros (equivalente a 30% da receita total).

Com isto, o Clube verde e branco pode receber 37,55 milhões de euros e não 34,13. No caso dos bancos, são 12 milhões e não 10 que entram nos cofres do Millennium BCP e Novo Banco. A decisão está a ser investigada pela FIFA e no caso de a queixa da Sampdoria ser rejeitada, o Sporting CP é o maior beneficiado, em termos monetários.

  Comentários