OUTRORA TRUNFO DOS LEÕES, AGORA É MAIS UM PESADELO: ESTRATÉGIA DE AMORIM FALHA PELA PRIMEIRA VEZ
Sporting falha num momento específico do jogo em que tinha por hábito ser forte
Miguel Gato
Texto
22 de Setembro 2022, 16:35
summary_large_image

Dos 18 golos que o Sporting leva esta temporada, apenas dois foram conseguidos em lances de bola parada – St. Juste fez de cabeça um tento ao Estoril e, mais recentemente, Paulinho marcou também na sequência de um pontapé de canto, diante do Tottenham.

O Sporting sempre foi muito forte nas bolas paradas. Rúben Amorim até delegava os louros para os treinadores-adjuntos, dizendo que era mais trabalho da equipa técnica do que do próprio técnico principal.

Foram muito os jogos que, por exemplo, na temporada passada, foram resolvidos através de lances de bola parada. Na vitória por 3-0 dos leões na Turquia, frente ao Besiktas, os três golos leoninos surgiram de pontapé de canto e grande penalidade. Quando o jogo estava apertado para os leões, surgia um lance de bola de parada a desbloquear a partida.

Parte do insucesso dos leões, na presente época, tem a ver com a falta eficácia ofensiva. E, sem dúvida, que a falta de golos de bolas paradas tem feito toda a diferença.

 

Fotografia de Sporting

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

  Comentários
Subscreva a newsletter Leonino
Email