PEDRO GONÇALVES IA FAZER HISTÓRIA DIANTE DO BENFICA; AMORIM TINHA PLANOS PARA AVANÇADO DO SPORTING, MAS ACABARAM POR NÃO ACONTECER
'Camisola 8' dos verdes e brancos fez o primeiro golo dos leões, na vitória diante dos encarnados
Redação Leonino
Texto
1 de Março 2024, 19:44
Pedro Gonçalves, Pote, Sporting, Benfica, Nicolas Otamendi, Rúben Amorim, João Neves

Pedro Gonçalves foi o sub-capitão do Sporting, na vitória dos leões, por 2-1, diante do Benfica. O avançado dos leões estava inscrito na ficha de jogo como sendo o ‘sucessor’ de Sebastián Coates, caso algo impedisse o central uruguaio de jogar, o que não se verificou.

Se o ‘camisola 4’ fosse substituído ou ficasse indisponível antes da partida, Pote seria o capitão do Clube de Alvalade, algo inédito, visto que, por norma, quem sucede ao uruguaio é Luís Neto, Antonio Adán, e Gonçalo Inácio. No entanto, os dois primeiros estavam no banco, enquanto o canhoto ficou fora das opções, por lesão.

Visto que Seba foi titular e jogou os 90 minutos, a braçadeira não saiu do braço do internacional uruguaio e ainda não foi desta que Pedro Gonçalves liderou os verdes e brancos, que partem em vantagem para a segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, depois do triunfo sobre o eterno rival. O embate, que vai decidir qual dos dois eternos rivais estará na final da Taça de Portugal, está marcado para dia 3 de abril. Para já, de modo provisório, o pontapé de saída será dado por volta das 15h00.

Na presente temporada, Pedro Gonçalves – avaliado em 28 milhões de euros – já realizou 37 encontros, contabilizando um total de 2.719 minutos. Em todos esses jogos, o médio leonino conseguiu 14 finalizações certeiras e fez 12 passes para golo. O jogador português continua a ser uma das peças-chave para Rúben Amorim.

Desde que chegou ao Sporting, em 2020, oriundo do Famalicão, Pedro Gonçalves contabiliza um total de 167 encontros, 72 golos, 39 assistências e quatro títulos conquistados: um Campeonato Nacional (2020/21), duas Taças da Liga (2020/21 e 2021/22) e uma Supertaça Cândido de Oliveira (2021/22).

Imagem de destaque
  Comentários