QUE LUXO! FUTEBOLISTA DO SPORTING FEZ EXIBIÇÃO SÓLIDA E TORNA-SE ‘REFORÇO’ DE PESO PARA FIM DA ÉPOCA
Jogador do Clube de Alvalade passou por autêntico calvário, mas é peça chave para capítulo decisivo
Redação Leonino
Texto
7 de Abril 2024, 08:01
Ricardo Esgaio, Eduardo Quaresma, Geny Catamo, Gonçalo Inácio, Sporting, Benfica,

‘Chegar, ver e vencer’ é talvez a expressão que mais se pode adequar à performance de Pedro Gonçalves, avançado do Sporting, na vitória diante do Benfica, por 2-1. O internacional português esteve fora dos últimos embates dos leões, por conta de uma lesão, mas voltou na máxima força e foi mesmo decisivo para o primeiro tento certeiro do Clube de Alvalade.

Depois de um lance de grande qualidade individual, numa altura em que decorriam os primeiros segundos do duelo, Pedro Gonçalves foi fundamental para o golo inaugural de Geny Catamo, depois de uma falha defensiva por parte do Benfica, que encontrou o camisola 21 em posição favorável para colocar os leões na frente do marcador.

Depois de 71 minutos em bom plano, o avançado do Clube de Alvalade saiu para dar lugar a Marcus Edwards e foi um dos mais aplaudidos na noite. Pedro Gonçalves torna-se assim num sério reforço numa altura em que os verdes e brancos se encontram em posição favorável para se sagrarem campeões nacionais.

Na presente temporada, Pedro Gonçalves – avaliado em 30 milhões de euros – já realizou 41 encontros, contabilizando um total de 2.970 minutos. Em todos esses jogos, o médio leonino conseguiu 16 finalizações certeiras e fez 14 passes para golo. O jogador português continua a ser uma das peças-chave para Rúben Amorim e um dos favoritos dos adeptos do Clube de Alvalade, sendo responsável por qualquer coisa como 25% dos golos dos verdes e brancos em 2023/24.

Desde que chegou ao Sporting, em 2020, oriundo do Famalicão, Pedro Gonçalves contabiliza um total de 167 encontros, 73 golos, 40 assistências e quatro títulos conquistados: um Campeonato Nacional (2020/21), duas Taças da Liga (2020/21 e 2021/22) e uma Supertaça Cândido de Oliveira (2021/22).

Com esta vitória – a 34.ª em 46 jogos esta temporada – os comandados de Rúben Amorim ocupam a primeira posição da tabela, com 71 pontos. O Benfica é segundo com 67 e tem mais um encontro realizado. Já o Porto é terceiro com 58 pontos somados.

  Comentários