TOMADA DE POSSE DOS ÓRGÃOS SOCIAIS DOS LEÕES DE PORTUGAL
Direção foi reeleita para o quadriénio 2022-2025
Redação Leonino
Texto
14 de Janeiro 2022, 13:33
summary_large_image

Os órgãos sociais dos Leões de Portugal tomaram posse, na passada quinta-feira (13 de janeiro), depois de terem sido reeleitos no dia 17 de dezembro de 2021, assumindo a associação solidária para o quadriénio 2022-2025.

Maria Helena Dias Ferreira continua como presidente neste novo mandato. Além dos vários membros eleitos, Frederico Varandas, presidente do Conselho Diretivo do Sporting, e Ricardo Mexia, presidente da Junta de Freguesia do Lumiar, também marcaram presença na cerimónia, que decorreu na sede dos Leões de Portugal, no Estádio José Alvalade.

Encerrada a tomada de posse, o presidente dos leões, dirigiu-se aos presentes, felicitando os órgãos sociais eleitos, antes de enaltecer a importância desta associação solidária Sportinguista fundada em 1984 – e Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) desde 1997.

“Muitos parabéns aos órgãos sociais dos Leões de Portugal que hoje tomam posse para mais um mandato. Serão, certamente, anos desafiantes e é nestes momentos que uma associação como os Leões de Portugal se torna ainda mais importante”, afirmou Frederico Varandas, destacando depois a “responsabilidade social” do Sporting, “um Clube desportivo que é muito mais do que isso”.

“Para nós, os valores são extremamente importantes, é assim o nosso código genético, é assim este Sporting e os Leões de Portugal. Entendemos que a vossa missão é extremamente importante e carregam sempre o nome do Clube e, por isso partilham, essa responsabilidade e os valores do Clube”, acrescentou o presidente do emblema de Alvalade, deixando, por fim, os seus votos de sucesso aos órgãos sociais.

Entusiasmada por continuar à frente da associação solidária Sportinguista, a presidente Maria Helena Dias Ferreira falou aos meios de comunicação do Clube, encarando já o novo mandato.

“Espero que seja um quadriénio feliz e que tudo corra bem. Efetivamente, queremos receber agora esta associação e deixá-la, daqui a quatro anos, melhor ainda. Faço-o com o maior gosto, tentando que haja renovação nos órgãos sociais, com gente nova que possa ficar e passar esta vontade de fazer coisas bonitas”, sublinhou.

Com a valorização da comunidade e a missão solidária sempre em mente, Maria Helena Dias Ferreira destacou os “dois grandes projetos” que os Leões de Portugal já têm em mãos para este quadriénio: as bolsas de estudo nos diferentes níveis de ensino – do sexto ano até aos doutoramentos – e o apoio social, sobretudo, através do centro de dia integrado no estádio.

“Hoje saiu no nosso Jornal (Sporting) uma notícia muito boa: atingimos o número recorde de 50 bolsas de estudo que vamos entregar no próximo mês. Fazemo-lo desde 1985 e são já cerca de 800 o número total de bolsas entregues, mas queremos continuar”, realçou a presidente, continuando:

“Este ano tivemos ainda o contributo, em duas bolsas, do Cristiano Ronaldo e estamos muito agradecidos por isso. Os antigos e atuais atletas e os dirigentes que participam nisto são de uma generosidade que só é comparável com a nossa resiliência”.

Já na vertente do apoio social, além da importância do centro de dia, os Leões de Portugal querem acrescentar uma nova valência ao projeto: o apoio domiciliário. “Em parceria com a autarquia, estivemos durante cerca de dois anos no apoio alimentar. Agora, temos essa experiência, somos capazes e queremos acrescentar esta valência”, destacou Maria Helena Dias Ferreira, que disse ser “muito bonito” ver a evolução da associação desde a sua fundação.

Os Leões de Portugal são uma associação de solidariedade constituída por Sócios e adeptos do Clube, cuja missão consiste em apoiar os Sportinguistas que carecem de algum tipo de apoio, combatendo a exclusão social entre os mais idosos e apoiando a educação dos mais jovens.

Fotografia Sporting

  Comentários