TORCIDA VERDE PARTICIPA NO ‘FOOTBAL BELONGS TO THE PEOPLE’
Iniciativa conta com outros 141 grupos de Ultras
Maria Pinto Jorge
Texto
14 de Agosto 2020, 11:25
summary_large_image

A Torcida Verde, claque afeta ao Sporting CP, encontra-se a participar no projeto ‘Footbal belongs to the People’, no qual se inserem mais 141 grupos de Ultras.

O objetivo deste projeto passa por estarem “unidos pela defesa do futebol como desporto popular”. Ainda ontem (13 de agosto), em dia de Champions League em Portugal e, por sua vez, no Estádio José de Alvalade, a claque leonina deixou uma tarja no Parque Eduardo VII.

Abaixo, pode ver o comunicado que explica o projeto:

Iniciativa Mundial “Football belongs to the People”. 141 Grupos Ultras e Torcidas de todo o mundo unidos pela defesa do Futebol como desporto popular! A luta pela defesa da identidade dos adeptos tem um novo capitulo com a implementação da iniciativa mundial “Football belongs to the People” A Torcida Verde tem o orgulho de participar numa iniciativa transversal a todos os adeptos dos quatro continentes. Uma iniciativa originalmente inédita, sem proprietários. Antes tem como protagonistas os adeptos de todas as cores, etnias, religiões e crenças. Para a Torcida Verde ficará para sempre a satisfação da idealização desta iniciativa ter germinado no dia 11 Novembro 2019 na celebração do nosso 35º aniversário. Da idealização à implementação percorremos um longo caminho, com inúmeros contactos de grupos de outros países, de outros continentes sem os quais, a iniciativa continuaria a ser um mero sonho. A implementação desta iniciativa participada por 141 (até ao momento) grupos ultras e adeptos de todo o mundo é a demonstração de que é possível conquistar a Utopia. Em tempos tão difíceis, também para os grupos ultras que esta seja uma iniciativa que una os adeptos no essencial: A defesa da integridade do desporto como um fenómeno popular em antítese com o conceito exclusivamente mercantilista que parece ter capturado o desporto e em especial o futebol. Trata- se de um enorme desafio que os adeptos e os grupos Ultras e Torcidas em especial, têm em comum perante a infame ofensiva da pay-tv, agentes jogadores, fundos de investimentos e também do subterrâneo mundo das apostas “desportivas” que capturaram tantas federações, ligas, governos e clubes. A secundarização dos adeptos tem impacto directo nos horários dos jogos, nos preços dos bilhetes. A transformação das curvas em “guettos” com a segregação dos grupos Ultras e também das Torcidas no continente Americano, com a criação de uma identificação diferenciado dos restantes adeptos atinge o pináculo da infâmia. Esta iniciativa continuará activa, pelo que fica o apelo a todos os adeptos e Grupos Ultras e das Torcidas que pretendam associar- se à iniciativa com a confecção de faixas nas suas localidades. Torcida Verde Ultras 1984 Football belongs to the people! #footballbelongstothepeople #torcidaverde #againstfootballbusiness #ultras

 

 

  Comentários