VARANDAS QUEBRA SILÊNCIO E FALA DA ARBITRAGEM DE JOÃO PINHEIRO NO GUIMARÃES - SPORTING: "ACEITO O ERRO"
Presidente dos verdes e brancos condena atitude (ou falta dela) por parte do Conselho de Arbitragem
Redação Leonino
Texto
10 de Dezembro 2023, 13:19
Frederico Varandas, Sporting

O Sporting perdeu frente ao Vitória de Guimarães por 3-2, no sábado, dia 9 de dezembro. João Pinheiro voltou a ser protagonista do encontro, ao transformar um segundo amarelo por simulação numa grande penalidade para os minhotos. Já umas boas horas após a polémica, Frederico Varandas pronunciou-se sobre o sucedido.

“Já está mais do que digerido. O que aconteceu é claro, é unânime e não é preciso dizer muito. Antes do intervalo, um lance que nos faria ir para o intervalo a vencer por 1-0 e com a expulsão de um jogador [do V. Guimarães], o que provavelmente faria com que saíssemos com uma vitória”, começou por dizer, ao Record.

“Um lance infeliz que virou o jogo. João Pinheiro tem sido um árbitro que tem tido muita infelicidade com o Sporting. Acho que hoje não há um Sportinguista que não esteja traumatizado quando vê João Pinheiro. Também o vejo como um dos árbitros mais bem classificados na Liga portuguesa, mas penso que se fosse avaliado apenas pelos jogos do Sporting se calhar seria despromovido”, prosseguiu.

“Queria falar também do VAR, não apenas sobre João Pinheiro, e aqui estou à vontade para dizer isto porque o disse por mais do que uma vez ao presidente do Conselho de Arbitragem. Cometeu um erro grave este ano, um erro grave, com uma maneira de agir que eu discordei mas que, então, [se fosse para ser feito, que] o fizesse sempre”, acrescentou.

“(Comunicado do CA sobre os erros dos árbitros) Já o devia ter feito mais vezes. Aceito o erro. É difícil quando, no caso de um árbitro com a categoria de João Pinheiro, o erro contraria a teoria das probabilidades. É sempre para um determinado lado. Fica difícil”, admitiu.

“O erro aceito, mas ponham-se na posição de Hugo Miguel ontem. É VAR, o último jogo que fez de VAR com o Sporting, cometeu um erro a favor do Sporting e foi crucificado. Não condiciona o VAR? Claro que condiciona. É a minha opinião”, terminou o Presidente dos leões.
Reveja o lance anedótico que valeu o penálti do empate ao Guimarães:

  Comentários