ADÁN DIZ ADEUS AO SPORTING, MAS DEIXA APELO AOS ADEPTOS NA HORA DA DESPEDIDA
Guarda-redes está de saída do Clube de Alvalade depois de quatro temporada no emblema verde e branco
Redação Leonino
Texto
18 de Maio 2024, 21:00
Antonio Adán, Sporting, Frederico Varandas,

Antonio Adán está de saída do Sporting no final da temporada. O guarda-redes despediu-se de Alvalade após a vitória (3-0) sobre o Chaves. Emocionado, o guarda-redes espanhol falou em quatro anos de “êxito e de muitos títulos” e deixou um apelo para que “não deixem cair o Clube”.

“Em primeiro lugar, parabéns a todos por mais um título, isto também é vosso. Muito obrigado. Em segundo lugar, uma palavra de agradecimento a todos vós por estes quatro anos nos quais eu e a minha família fomos muito felizes. Foram quatro anos de êxito, de muitos títulos, com grandes momentos e espero que, daqui em diante, continuem assim, que não deixem cair este clube e que continuem com um futuro cheio de títulos. Dia 26, temos uma prova importante, e espero poder despedir-me deste clube como cheguei, a ganhar títulos pelo Sporting”, começou por dizer.

É uma mistura de sensações, inevitavelmente, de felicidade e satisfação por quatro anos de trabalho e muitos êxitos. É isso que me deixa feliz. Agradeço pelo reconhecimento do clube, de todos os nossos adeptos e, sobretudo, além dos títulos, fico com o respeito que todos me mostraram durante estes quatro anos”, continuou.

“A lesão foi difícil e continua a ser. Quando parecia que estava recuperado, voltei a sentir dores, o que atrasou tudo. Nunca há um bom momento para uma lesão, gostaria de poder ter estado nas decisões finais antes de sair, mas não pude. Estou feliz pelos meus companheiros, por Franco, pelo Diogo Pinto e pelo Chico, que jogou hoje”.

“As lesões não surgem no momento certo. Sempre disse que fui e sou muito feliz, aqui, no Sporting. Acaba uma etapa e começará outra. Foi uma das etapas mais importantes da minha carreira. O que mais me marcou, além dos títulos, o respeito que as pessoas me mostraram desde que chegámos e que tenho recebido na rua. Isso é mais importante do que os títulos. Oxalá, dia 26, possamos conseguir a última Taça e conseguiria todos os títulos possíveis em Portugal. Espero que não passem tantos anos para conseguirmos títulos tão importantes como nestes quatro anos”, concluiu.

  Comentários