CRAQUE DO SPORTING DEU ESPETÁCULO FRENTE AO ESTORIL, MAS AMORIM RECONHECE: "NÃO VINHA DE UMA BOA FORMA"
Declarações do técnico verde e branco após goleada na 16ª. jornada da Liga frente aos 'canarinhos'
Redação Leonino
Texto
5 de Janeiro 2024, 21:29
Pedro Gonçalves, Francisco Trincão, Geny Catamo, Dário Essugo, Luís Neto, Matheus Reis, Gonçalo Inácio, Viktor Gyokeres, Sporting

O Sporting venceu, esta sexta-feira, dia 5 de janeiro, o Estoril (5-1), em jogo válido para a 16.ª jornada da Liga Portugal Betclic. Francisco Trincão apontou o último golo da partida e Rúben Amorim, na flash interview, elogiou o jogador, mas reconheceu que o extremo não vinha de uma “boa forma”.

“Nunca estamos tranquilos. A prontidão dos meus jogadores é importante, dão tudo. O Trincão, mesmo não vindo de uma boa forma, entrou da forma como entrou, é fruto do trabalho”, explicou o técnico, analisando o resultado.

“Estamos e sentimo-nos capazes de ganhar qualquer jogo. Isto não é um aviso a ninguém. É sermos humildes e respeitar os adversários. Frente a uma equipa boa com miúdos talentosos, nós fomos pragmáticos”, disse o treinador.

“Por esta fase das festas talvez não tivéssemos a prontidão de outros jogos, mas fomos inteligentes, os jogadores perceberam e nas transições matámos o jogo. Sabíamos onde ferir o adversário. Podíamos e devíamos fazer mais golos”, apontou.

Ao todo, desde que chegou ao Sporting, oriundo do Barcelona, Francisco Trincão leva 73 jogos, nos quais apontou 15 golos e fez cinco assistências. O internacional português custou aos cofres verdes e brancos qualquer coisa como 10 milhões de euros por 50% dos direitos económicos.

  Comentários