DÍVIDA A AGENTES AUMENTA 32,5%
Jorge Mendes no topo da lista dos valores a pagar a empresários, que cresceram sete milhões. Dívida a clubes caiu 7,8%
Duarte Pereira da Silva
Texto
1 de Março 2021, 14:45
summary_large_image

A dívida do Sporting a agentes cresceu 32,5%. No Relatório e Contas agora divulgado pelos leões (LER AQUI) é possível perceber que a dívida a empresários aumentou sete milhões de euros. A 30 de junho de 2020, o Clube de Alvalade devia 21,55 milhões de euros a empresários. Agora, esse mesmo valor passou para o

Jorge Mendes no topo da lista

No topo desta lista, surge a Gestifute. A empresa de Jorge Mendes tem a receber qualquer coisa como 5,97 milhões de euros do Sporting, ou seja, 20,91% da dívida corrente dos leões a empresários.

Dívida a clubes desce 7,8%

Quanto ao valor em dívida a clubes, o montante caiu para os 24,47 milhões de euros, quando, em junho de 2020, era de 26,55 milhões. Contas feitas, a queda é de 7,83%. O Braga lidera esta contabilidade, tendo a receber dos leões sete milhões de euros, e ainda sem o valor da venda de Paulinho, que só entrará no segundo semestre. O Famalicão surge logo de seguida (2,8 milhões) e o Atlético de Madrid fecha o pódio (2,5 milhões).

Se juntarmos a dívida a fornecedores (correntes e não correntes), é possível concluir que a mesma cresceu 6,73 milhões de euros (10,25%). A 30 de junho de 2020, o valor fixava-se em 65,69 milhões de euros, passando agora para os 72,42 milhões.

  Comentários