GUARDA-REDES DO SPORTING TEM MATRÍCULA CONGELADA NO CURSO DE PSICOLOGIA: "É UM EXEMPLO"
Pai do futebolista do emblema verde e branco diz estar muito orgulhoso pelo percurso do filho tanto dentro como fora dos relvados
Redação Leonino
Texto
29 de Maio 2024, 17:53
Sporting, Adeptos

Diego Silva, pai de Diego Callai, concedeu uma entrevista ao jornal Record e falou no percurso do guardião de 19 anos do Sporting no mundo do futebol. O antigo guarda-redes do Vitória de Setúbal diz que o seu filho sempre foi um exemplo, não só pelo rendimento desportivo mas também pelo percurso académico e que tem congelada a matrícula no curso de psicologia.

“Felizmente teve uma média tão alta que lhe permitia entrar em qualquer universidade e decidiu ir para psicologia. Tal como no futebol, ele também é muito competitivo nos estudos pois sentiu a necessidade de dar 100% também na vertente académica”, começou por dizer.

“Não tenho dúvidas que esta mentalidade o ajudou a ser o melhor em todos os campos, acumulando prémios também no Sporting, onde também está no quadro de honra. Só posso dizer que tudo isto me deixa orgulhoso. Espero que o Callai também termine a faculdade pois tem capacidade para isso e para continuar a jogar futebol ao mais alto nível”, confidenciou, elogiando o percurso do filho.

“Não é fácil, pois deixou um dos maiores clubes do mundo para jogar num mais pequeno com muita tradição no futebol português mas, que como é natural, com outras condições. Esta situação serviu-lhe de aprendizagem, pois enfrentou vários jogadores com vários anos de experiência nos principais escalões e isso obrigou-o a evoluir em todos os aspetos e a valorizar ainda mais a profissão”, disse Diego Silva que conta como Callai ficou triste com a saída de Antonio Adán.

“O Callai começou a ser chamado aos treinos da equipa principal quando só tinha 15 anos, e não esquece o apoio que recebeu do Adán nesse período. Ficou muito triste com o que sucedeu ao Adán que o ajudou bastante nos primeiros treinos do Sporting, e ele nunca vai esquecer isso”.

“Depois aconteceu a lesão do Franco e a promoção do Diogo Pinto, mas tudo isso não o fez arrepender pois está consciente que terá o seu tempo e as suas oportunidades. É claro que ele ficou satisfeito com a oportunidade do Diogo”, concluiu.

Confira alguns dos melhores momentos de Diego Callai:

  Comentários