HASAN ÇETINKAYA EXPLICA VINDA DE GYOKERES PARA O SPORTING E FALA DE RÚBEN AMORIM: "HOUVE MAIS PROPOSTAS"
Empresário do sueco explicou o processo que culminou com chegada do avançado aos verdes e brancos
Redação Leonino
Texto
10 de Abril 2024, 08:27
Rúben Amorim, Viktor Gyokeres, Hasan Çetinkaya, Sporting

Rúben Amorim: foi esta a principal razão, segundo Hasan Çetinkaya, empresário de Viktor Gyokeres, para a chegada do avançado sueco ao Sporting. Em entrevista à imprensa desportiva nacional, o agente do ponta de lança deixou rasgados elogios ao técnico verde e branco.

“Trouxe o Gyokeres para o Sporting só por uma razão, e isto é também algo que eu disse ao míster Rúben Amorim quando o vi pela primeira vez, e disse-o antes mesmo de lhe dizer olá: eu só trouxe o meu jogador para aqui por sua causa. Portanto, eu só trouxe o Gyökeres para o Sporting por causa do Rúben Amorim. Digo-o muito frontalmente, podem escrevê-lo”, atirou Hasan Çetinkaya.

“Houve oito clubes da Premier League que fizeram propostas concretas ao Coventry e a mim, que garantiam mais dinheiro, mais comissões e um maior valor de transferência do que o Sporting. Eu disse que não a todos e disse ao Gyokeres que o Sporting era o nosso próximo destino. Rúben Amorim foi, e é, a chave para o Viktor ter dado este passo para o Sporting”, afirmou o empresário do sueco.

“A razão é que eu já seguia o Rúben Amorim antes, desde quando ele estava no Braga. Sabia como ele trabalhava com os jogadores. Sabia que ele tinha sido jogador no Benfica, porque ele jogou com o meu outro cliente, o Viktor Lindelöf, e por ele sabia que era uma pessoa excecional. Também conheço a filosofia dele no Sporting, o que ele tem estado a fazer, assim como a sua ideia de jogo e a forma como poderia fazer evoluir o Gyokeres para outro nível. Isso foi mais importante para mim do que levar o Viktor para a Premier League e fazer mais dinheiro”, argumentou Hasan Çetinkaya.

Esta temporada, Viktor Gyokeresavaliado em 55 milhões de euros – leva 42 encontros pelo Sporting: 26 no Campeonato Nacional, nove na Liga Europa, cinco na Taça de Portugal e dois na Taça da Liga. Nos 3.462 minutos que disputou, o avançado sueco marcou 36 golos e fez 14 assistências, sendo a grande figura da turma de Rúben Amorim.

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

  Comentários