ISTO SÓ VISTO! RÚBEN AMORIM REVELA MOTIVOS DA SAÍDA DE RODRIGO RIBEIRO E ADEPTOS DO SPORTING NEM CONSEGUEM ACREDITAR: "NÃO CONSEGUIU..."
Ponta-de-lança foi uma das movimentações do Clube de Alvalade no fecho do mercado de transferências
Redação Leonino
Texto
2 de Fevereiro 2024, 17:48
Rodrigo Ribeiro, Sporting

Rúben Amorim revelou, esta sexta-feira, 2 de fevereiro, em conferência de imprensa os motivos da saída de Rodrigo Ribeiro, jovem ponta-de-lança formado no Clube de Alvalade. O futebolista fez as suas malas e rumou ao Notthingham Forest, da Premier League.

“(Mudança) É uma opção pessoal. É um miúdo que acredita muito nele e, por uma ou outra razão, não conseguiu desenvolver-se como outros como nós pensávamos. Não como jogador, mas na equipa principal”, começou por explicar o técnico dos leões, em antevisão ao duelo com o Famalicão.

Esta temporada, Rodrigo Ribeiro – avaliado em 3 milhões de euros – leva 10 jogos realizados, todos eles na Liga 3. Nos 544 minutos em que esteve dentro das quatro linhas, o avançado marcou dois golos e fez uma assistência.

Recorde-se que o avançado do Sporting sofreu, no início desta época, uma lesão com alguma gravidade, que o afastou dos relvados durante mais de dois meses. O atleta regressou à competição diante do Caldas, no dia 14 de janeiro, onde atuou durante 10 minutos.

Rodrigo Ribeiro não atuava pela equipa principal do Sporting desde 29 de dezembro de 2022, quando fez 11 minutos contra o Paços de Ferreira, na jornada 14, ou seja, há mais de um ano. Foi o segundo jogo do jogador na equipa A nesse ano, depois de em 2021/22 ter somado cinco.

Na temporada passada, Rodrigo Ribeiro realizou um total de 35 encontros, nos quais marcou 13 golos e fez duas assistências. Destaque para os dois jogos pela equipa principal, diante do Chaves (16 minutos) e do Paços de Ferreira (11 minutos).

“É uma opção dos jogadores e dos agentes fazer essas mudanças. Agora o que desejo é a maior sorte ao Rodrigo, porque tem muito talento. Agora depende dele e do treinador, também é uma liga muito competitiva, mas vamos ver”, terminou Rúben Amorim.

O jovem ponta-de-lança renovou contrato com os verdes e brancos, na passada quarta-feira, 31 de janeiro, até 2028. Rodrigo Ribeiro irá cumprir agora uma aventura fora de portas e pode nem voltar a Alvalade, dado que o negócio contempla uma opção de compra a rondar os 13 milhões de euros.

  Comentários