Corner Left

Receba, em primeira mão, as principais notícias do Leonino no seu WhatsApp!

WhatsApp Seguir

Futebol

JESUS CORREIA: ETERNO VIOLINO

Membro dos cinco violinos marcou 156 golos em 200 jogos pelos leões e conquistou inúmeros títulos pelo Sporting CP. Jesus Correia faria hoje 96 anos

Leonino - Onde o Sporting é notícia
Leonino - Onde o Sporting é notícia

  |

Icon Comentário0

Se fosse vivo, António Jesus Correia faria hoje 96 anos. Serão sempre poucas as palavras para adjetivar o que o membro dos cinco violinos fez pelo Sporting CP. No entanto, os números ajudam-nos a perceber a dimensão da lenda em questão. No futebol, envergou a listada verde e branca mais de duas centenas de vezes, tendo feito o gosto ao pé por 156 vezes, e conquistado sete Campeonatos Nacionais, três Campeonatos de Lisboa e três Taças de Portugal.

https://twitter.com/Sporting_CP/status/1246032579335159808


Jesus Correia nasceu a 3 de abril de 1924. Começou a jogar hóquei em patins, no Paço de Arcos. Foi lá que Joseph Szabo o foi descobrir e, após ter sido recusado no futebol do Belenenses, ingressou no Sporting CP. A estreia oficial pelo Clube de Alvalade aconteceu a 17 de outubro de 1943, numa partida frente ao “Os Fósforos”, que os leões venceram por 4-2. Nessa mesma temporada, apesar de pouco utilizado, estreou-se a marcar a 23 de janeiro de 1944, diante do Vitória de Guimarães. Num jogo em que o Sporting CP venceu os vimaranenses por 6-0, Jesus Correia marcou dois golos.


Na temporada seguinte, afirmou-se em definitivo, tendo realizado 23 jogos e marcado 19 golos. Para lá das muitas exibições de encher o olho, entre as quais o hattrick frente à UD Oliveirense, Jesus Correia marcou o único golo da vitória leonina frente ao Olhanense, na final da Taça de Portugal.

Com a listada verde e branca registou inúmeros feitos, mas talvez um dos mais impressionante foram os seis golos que marcou, em Espanha, ao Atlético de Madrid, a 5 de setembro de 1948, na vitória leonina por 6-3. Contudo, o extremo direito da frente de ataque que as defesas mais temiam não se ficou apenas pelo futebol. No hóquei em patins, por Portugal, venceu, por exemplo, sete (!) Campeonatos do Mundo, entre outras competições internacionais.


A divisão entre hóquei e o futebol haveria de ditar a separação precoce entre “Necas”, como era carinhosamente conhecido, e o Sporting CP. Em setembro de 1952, a direção verde e branca faz um ultimato a Jesus Correia, obrigando-o a escolher entre o relvado e o rinque. As lendas têm sempre um lado mítico e a resposta do eterno membro dos cinco violinos confirma a regra: “Tenho 28 anos. Mercê de uma vida muito recatada, foi-me possível até esta idade jogar futebol e hóquei sem quebra de forças. Os anos, porém, contam: 14 ao serviço do hóquei, oito no futebol. Quase todos os dias, às primeiras horas da manhã, treino de futebol. Depois o emprego, que nunca quis nem quero deixar. À noite, hóquei, jogo ou treino. Tive de olhar pelo meu futuro e descanso mais no hóquei”.

Desta forma, Jesus Correia abandonou a carreira futebolística numa fase demasiado precoce, o que revela ainda mais a grandiosidade dos feitos que alcançou. Foi o último dos cinco violinos a morrer, tendo-nos deixado a 30 de novembro de 2003.

Como referi no início do artigo, os adjetivos ou números nunca conseguirão demonstrar com exatidão a dimensão de Jesus Correia. Cabe ao Sporting CP e à sua massa adepta manter viva a lenda de “Necas”.

Um eterno obrigado, Jesus Correia.


Futebol

GONÇALO INÁCIO FOI CHAMADO DE EMERGÊNCIA E PORTUGAL VENCE REPÚBLICA CHECA NO EURO 2024

Central do Sporting entrou em campo com resultado favorável ao adversário e comandados de Roberto Martínez alcançam vitória suada

Gonçalo Inácio entrou em campo com resultado favorável à República Checa e Portugal de Roberto Martínez alcança vitória suada
Gonçalo Inácio entrou em campo com resultado favorável à República Checa e Portugal de Roberto Martínez alcança vitória suada

  |

Icon Comentário0

Portugal venceu a República Checa, por 2-1, e entrou da melhor forma no Campeonato da Europa. Gonçalo Inácio, central do Sporting, foi suplente, mas Roberto Martínez acabou por lançar o 'camisola 25' de Rúben Amorim, com um resultado desfavorável no marcador, para dar uma maior dinâmica à construção a partir de trás no corredor esquerdo.

Numa primeira parte totalmente dominada por Portugal, foram algumas as oportunidades desperdiçadas pela armada lusa. Rafael Leão teve rasgos individuais, mas acabaram por ser insuficientes perante o bloco baixo do adversário. Cristiano Ronaldo mostrou-se inconformado e esteve nas melhores oportunidades: um passe de calcanhar a lançar Vitinha e um remate de pé esquerdo, já perto dos 45’. Ao intervalo, o marcador registava o nulo.


No segundo tempo, foi praticamente mais do mesmo. Os checos 'estacionaram o autocarro' e foram evitando o golo português. Lukas Provod, médio do Slavia de Praga, acabaria mesmo por gelar a Red Bull Arena, com um remate em jeito de fora de área, não dando qualquer hipótese a Diogo Costa e abrindo o marcador aos 62'. Aos 69', numa infelicidade, Robin Hranac colocou a bola na própria baliza e devolveu a igualdade ao placard. Quando tudo parecia perdido, Francisco Conceição fez o golo da vitória, já depois dos 90 minutos.


Com esta vitória - Portugal estreia-se no Campeonato da Europa com um triunfo bastante suado, num jogo em que Cristiano Ronaldo e companhia tiveram oportunidades suficientes para chegar a números de goleada. Desta forma, a equipa das quinas lidera o grupo, com três pontos, em igualdade pontual com a Turquia, que bateu a Geórgia, por 3-1.

Portugal vai agora recarregar baterias para o próximo embate na competição. Os comandados de Roberto Martínez enfrentam as turcos, que entraram na prova com o pé direito. O duelo está marcado para o próximo sábado, dia 22 de junho e tem pontapé de saída agendado para as 17h00, no Signal Iduna Park, estádio do Borussia Dortmund.



Futebol

QUEREM VER… MÁRIO RUI FOI APONTADO A OUTROS DESTINOS E PODE ACABAR A SER REFORÇO DO SPORTING

Internacional português foi colocado no mercado de transferências pelo Nápoles e já começou a 'agitar águas'

Mário Rui foi colocado na rota do Sporting, mas só termina contrato em 2026
Mário Rui foi colocado na rota do Sporting, mas só termina contrato em 2026

  |

Icon Comentário0

O nome de Mário Rui está a ser novamente associado ao Sporting. Apesar de os rumores serem mais fortes no que toca à contratação do internacional português por parte do Benfica, o jogador do Nápoles continua a ser colocado na mira dos verdes e brancos para integrar o plantel de Rúben Amorim na próxima época.

Na realidade, recentemente, também a imprensa transalpina já havia dado conta do interesse do Clube de Alvalade na contratação do lateral, colocando, além do emblema liderado por Frederico Varandas, Benfica e Porto entre aqueles que estavam atentos a eventuais negociações do jogador, que ainda tem contrato com os italianos até 2026, mas terá sido colocado no mercado.


“Os contratos não significam tudo. O Nápoles pediu-me para levar o Mário Rui para outro clube, mas eu podia dizer que ele tem mais dois anos de contrato e que ia ficar. Os contratos são válidos, mas há dinâmicas que podem mudar as coisas”, garantiu Mario Giuffredi, agente do futebolista, no passado dia 31 de maio.


O eventual desejo em Mário Rui surge do facto de o Clube de Alvalade estar na busca de um novo ala esquerdo para a próxima temporada. Tal como noticiou, em Exclusivo, o Leonino, o Sporting pretende reforçar a posição e dar maior profundidade ao plantel de Rúben Amorim.

Em 2023/24, Mário Ruiavaliado em 3,5 milhões de euros – disputou 28 encontros, com a camisola da formação azzurri, tendo feito duas assistências, ao longo dos 1.562 minutos em que esteve em campo. Esta foi a sua sétima e última temporada no Nápoles, clube ao qual chegou, em 2017/18, por empréstimo da Roma, tendo assinado na época seguinte, de forma definitiva, a troco de uma verba de 5,75M.



Futebol

JESUS CORREIA FARIA 97 ANOS

Com a listada verde e branca, membro dos ‘Cinco Violinos’ fez o gosto ao pé mais de 150 vezes. Recorde aqui a história e alguns dos feitos da eterna lenda dos leões

Leonino - Onde o Sporting é notícia
Leonino - Onde o Sporting é notícia

  |

Icon Comentário0

António Jesus Correia faria, este sábado, 3 de abril, 97 anos. Nas redes sociais, o Sporting fez questão de lembrar a sua eterna glória.

https://twitter.com/Sporting_CP/status/1378317595145867267


Serão sempre poucas as palavras para adjetivar o que o membro dos cinco violinos fez pelo Sporting. No entanto, os números ajudam-nos a perceber a dimensão da lenda em questão. No futebol, envergou a listada verde e branca mais de duas centenas de vezes, tendo feito o gosto ao pé por 156 vezes e conquistado sete Campeonatos Nacionais, três Campeonatos de Lisboa e três Taças de Portugal.


Jesus Correia nasceu a 3 de abril de 1924. Começou a jogar hóquei em patins, no Paço de Arcos. Foi lá que Joseph Szabo o foi descobrir e, após ter sido recusado no futebol do Belenenses, ingressou no Sporting CP. A estreia oficial pelo Clube de Alvalade aconteceu a 17 de outubro de 1943, numa partida frente ao “Os Fósforos”, que os leões venceram por 4-2. Nessa mesma temporada, apesar de pouco utilizado, estreou-se a marcar a 23 de janeiro de 1944, diante do Vitória de Guimarães. Num jogo em que o Sporting CP venceu os vimaranenses por 6-0, Jesus Correia marcou dois golos.

Na temporada seguinte, afirmou-se em definitivo, tendo realizado 23 jogos e marcado 19 golos. Para lá das muitas exibições de encher o olho, entre as quais o hattrick frente à UD Oliveirense, Jesus Correia marcou o único golo da vitória leonina frente ao Olhanense, na final da Taça de Portugal.


Com a listada verde e branca registou inúmeros feitos, mas talvez um dos mais impressionante foram os seis golos que marcou, em Espanha, ao Atlético de Madrid, a 5 de setembro de 1948, na vitória leonina por 6-3. Contudo, o extremo direito da frente de ataque que as defesas mais temiam não se ficou apenas pelo futebol. No hóquei em patins, por Portugal, venceu, por exemplo, sete (!) Campeonatos do Mundo, entre outras competições internacionais.

A divisão entre hóquei e o futebol haveria de ditar a separação precoce entre “Necas”, como era carinhosamente conhecido, e o Sporting CP. Em setembro de 1952, a direção verde e branca faz um ultimato a Jesus Correia, obrigando-o a escolher entre o relvado e o rinque. As lendas têm sempre um lado mítico e a resposta do eterno membro dos cinco violinos confirma a regra: “Tenho 28 anos. Mercê de uma vida muito recatada, foi-me possível até esta idade jogar futebol e hóquei sem quebra de forças. Os anos, porém, contam: 14 ao serviço do hóquei, oito no futebol. Quase todos os dias, às primeiras horas da manhã, treino de futebol. Depois o emprego, que nunca quis nem quero deixar. À noite, hóquei, jogo ou treino. Tive de olhar pelo meu futuro e descanso mais no hóquei”.

Desta forma, Jesus Correia abandonou a carreira futebolística numa fase demasiado precoce, o que revela ainda mais a grandiosidade dos feitos que alcançou. Foi o último dos cinco violinos a morrer, tendo-nos deixado a 30 de novembro de 2003.

Fotografia de Sporting


envelope SUBSCREVER NEWSLETTER


"NÃO NEGOCEIAM POR MENOS DE 30 MILHÕES": SPORTING 'ENTALADO' E VARANDAS PREPARA LIVRO DE CHEQUES
Futebol

"NÃO NEGOCEIAM POR MENOS DE 30 MILHÕES": SPORTING 'ENTALADO' E VARANDAS PREPARA LIVRO DE CHEQUES

 

Icon Comentário0
INÁCIO MAIS PERTO DE FICAR NO SPORTING E BEM PODE AGRADECER A JARRAD BRANTHWAITE
Futebol

INÁCIO MAIS PERTO DE FICAR NO SPORTING E BEM PODE AGRADECER A JARRAD BRANTHWAITE

 

Icon Comentário0
DIOMANDE TOMA DECISÃO DRÁSTICA QUE O AFASTA… DO SPORTING
Futebol

DIOMANDE TOMA DECISÃO DRÁSTICA QUE O AFASTA… DO SPORTING

 

Icon Comentário0