MAIS UNANIMIDADE ERA IMPOSSÍVEL! SETE ANTIGOS ÁRBITROS APONTAM ERRO FLAGRANTE A ANDRÉ NARCISO CONTRA O SPORTING DIANTE DO RIO AVE
Leões perderam pontos no Campeonato Nacional, mas têm muitos motivos de queixa da arbitragem
Redação Leonino
Texto
26 de Fevereiro 2024, 07:15
André Narciso, Sporting, Rio Ave

O Sporting empatou, no passado domingo, a três bolas na deslocação ao reduto do Rio Ave, numa noite para esquecer dos leões, mas também de André Narciso, árbitro do encontro. É que, de acordo com as análises dos seis antigos árbitros que escrevem nos diários desportivos, o primeiro golo da turma de Luís Freire deveria ter sido invalidado por falta sobre Pedro Gonçalves.

Duarte Gomes (A Bola), Marco Ferreira e Jorge Faustino (Record) e Jorge Coroado, José Leirós e Fortunato Azevedo (O Jogo) não têm dúvidas em considerar que o VAR, António Nobre, deveria ter chamado a atenção de André Narciso para a falta, no início do lance, de Amine sobre Pedro Gonçalves.

“No início do lance que resultou no golo de Embaló, Amine puxou o braço esquerdo de Pedro Gonçalves, derrubando em falta o seu adversário. A infração foi clara e devia ter valido a anulação, via VAR, do golo do Rio Ave”, escreve Duarte Gomes, na edição desta segunda-feira, 26 de fevereiro, do jornal ‘A Bola’.

“Fábio Ronaldo recupera a bola após Amine agarrar Pote, impedindo-o de disputá-la. Na sequência, Embaló faz golo. Árbitro valida. VAR erra ao não intervir, punindo a infração no início da jogada”, defende Marco Ferreira, no jornal ‘Record’, tal como Jorge Faustino. Já no jornal ‘O Jogo’, Jorge Coroado, José Leirós e Fortunato Azevedo são também eles perentórios ao considerar clara a infração do médio do Rio Ave sobre Pedro Gonçalves.

O Sporting volta a entrar em campo já na próxima quinta-feira, 29 de fevereiro, às 20h45, no Estádio José Alvalade, diante do Benfica. O jogo diz respeito à primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal. No que diz respeito à Liga Portugal Betclic, a turma de Rúben Amorim recebe o Farense no dia 3 de março (domingo), às 18h00.

Imagem de destaque
  Comentários