"NINGUÉM PREVIA QUE O SEU VALOR DE MERCADO SUBISSE TÃO RAPIDAMENTE": JORNALISTA BRITÂNICO BABA-SE POR PEÇA CHAVE DO SPORTING
Inglês explica a forma como é vista em Inglaterra a evolução do avançado que gera cobiça na Premier League
Redação Leonino
Texto
21 de Dezembro 2023, 11:29
Marcus Edwards, Morten Hjulmand, Diomande, Gyokeres, Sporting

Viktor Gyökeres tem vindo a destacar-se no cenário do futebol português e não passa despercebido além-fronteiras, com o jogador a ser cada vez mais associado ao interesse de clubes europeus de renome, sobretudo na Premier League. O avançado sueco leva já 17 golos e 6 assistências em 20 jogos nesta temporada, levantando a questão de se alguém estará disposto a pagar a sua cláusula em janeiro.

Com a abertura do mercado de transferências no próximo mês, os olhares de adeptos, jogadores, presidentes e elementos das estruturas de cada clube voltam a focar-se neste período movimentado. Em Alvalade, Rúben Amorim já afirmou que as peças-chave dos leões só devem ser vendidas pelo valor das respetivas cláusulas de rescisão, sendo que Gyökeres, o goleador de 25 anos, está protegido por uma cláusula de 100 milhões de euros.

Apesar do valor elevado, clubes de topo da Premier League, como Chelsea e Arsenal, mantêm-se atentos ao avançado sueco. Além destes, Borussia Dortmund e Sevilha também têm Vik na lista de potenciais alvos, chegando ao ponto de enviarem emissários para observar o desempenho do camisola 9 dos leões.

Para entender como o avançado sueco é percecionado em Inglaterra, o jornal Record consultou Andy Turner, jornalista do ‘Coventry Telegraph’, que acompanha assiduamente temas relacionados com o ex-clube de Gyökeres:

“É difícil perceber se Chelsea ou Arsenal irão tentar alguma movimentação pelo Gyökeres, mas certamente pedem muito dinheiro por ele”, começa por explicar. “Acho que ninguém previa que o valor de mercado de Gyökeres subisse de forma tão rápida e continua a ser um excelente negócio para o Coventry, porque salvaguarda uma cláusula na futura venda e garante dinheiro se ele for vendido.”, aponta.

“Ele certamente teve o seu momento de explosão, mas a maior parte das pessoas diria que esperavam que ele rendesse muito em Portugal, que se afigurava como um passo perfeito numa carreira que agora parece destinada para coisas ainda maiores. No entanto, se alguém previa o quanto ele iria jogar bem e a forma rápida como ele se adaptou ao futebol português, já é outra coisa. Mas todos reconhecíamos o seu talento e força.”

Imagem de destaque
  Comentários