NOMES DAS PORTAS DO ESTÁDIO DECIDIDAS EM AG
André Bernardo refere-se a um “piloto de três portas que servirá de amostra”. Damas, Jordão e Cinco Violinos entre os homenageados
Maria Pinto Jorge
Texto
15 de Outubro 2020, 15:54
summary_large_image

No dia em que sai uma novidade na Loja Verde, a coleção Vintage – denominada de “Vintage Limited Editions”, cuja primeira camisola pretende imortalizar Rui Jordão, a Gazela de Benguela, André Bernardo revelou, no editorial desta semana do Jornal Sporting, que a decisão de colocar nomes de lendas do Clube nas portas do Estádio José Alvalade serão discutidas em Assembleia-Geral (AG). No entanto, as mesmas já começaram a ser implantadas.

“É também num regresso a 1979/1980 que hoje “fazemos acontecer” a estreia da linha “Vintage Limited Editions” com a edição limitada da réplica da camisola 11 em homenagem a Rui Jordão que infelizmente nos deixou há um ano. Nessa época, o Sporting CP foi campeão e a Gazela de Benguela marcaria 31 golos, um dos quais numa vitória contra o FC Porto. Que seja um pronúncio para o jogo de sábado. Jordão é também uma das Lendas que propusemos que figure imortalizada nas portas do estádio e que, tal como Damas, vamos dar a conhecer hoje. É um piloto de três portas que servirá de amostra para depois os Sócios poderem decidir em Assembleia Geral (sem limitações de COVID-19)”.

Tal como é possível ler-se na parte destacada do seu editorial, o membro do Conselho Diretivo dos leões revelou que existirá uma AG, quando as limitações impostas pela Direção-Geral de Saúde (DGS) tiverem desaparecido, para que os Sócios possam votar nesta decisão. Além disso, André Bernardo chama de “piloto” as portas do Estádio que já se encontram com essa iniciativa em processo.

Relembramos que, a 19 de setembro, o Sporting CP anunciou que os nomes que seriam homenageados seriam os de Vítor Damas, Hilário, Francisco Stromp, Jordão, Cinco Violinos, Yazalde e Manuel Fernandes (LER AQUI).

Fotografia de Sporting CP.

  Comentários