NUNO SOUSA ANUNCIA CANDIDATURA
Em declarações ao jornal A Bola, o membro do movimento “Sou Sporting” justificou decisão com a situação delicada que o Clube atravessa
Duarte Pereira da Silva
Texto
23 de Maio 2020, 12:49
summary_large_image

Nuno Sousa, membro do movimento “Sou Sporting”, anunciou intenção de se candidatar às eleições do Sporting CP, que se realizarão em 2022. Em declarações ao jornal A Bola, o subdiretor da direção de operações da EDP Comercial mostrou-se preocupado com o rumo que o Clube está a seguir.

Relativamente ao momento que os leões atravessam, nomeadamente sobre as demissões de Filipe Osório de Castro, Rahim Ahamad e de Bernardo Simões, Nuno Sousa questiona-se se as mesmas “não serão uma preparação para eleições antecipadas”.

O subdiretor da direção de operações da EDP Comercial deixou também um alerta para a quebra de receitas provenientes das quotizações: “Regista-se uma quebra muito grande nas quotizações, não querermos ver o clube a reviver um passado em que teve apenas 30 mil sócios pagantes”.

Sobre os rumores que têm vindo a circular sobre uma eventual venda da SAD, o membro do movimento “Sou Sporting” alertou para o facto de essa possibilidade não estar prevista no programa eleitoral de Frederico Varandas: “Há sinais que são evidentes sobre os rumores da venda da SAD. André Bernardo abriu essa porta sobre algo que não fazia parte do programa de Frederico Varandas”.

Por fim, quando questionado sobre o porquê de anunciar tão cedo a sua candidatura a Presidente do Sporting CP, Nuno Sousa argumenta que é necessário tempo para preparar um programa “que não seja apenas um conjunto de propostas com uma linha ou duas sobre coisas que são da gestão do dia a dia, da gestão corrente”.

O agora candidato à presidência dos leões prometeu dar mais informações sobre o seu programa eleitoral já na próxima semana.

  Comentários