RÚBEN AMORIM VOLTA A QUEBRAR RECORDE PELO SPORTING E PÕE SÉRGIO CONCEIÇÃO A ‘PENSAR NA VIDA’
Treinador do Clube de Alvalade tem estado em grande plano na presente temporada e ultrapassa técnico rival
Redação Leonino
Texto
16 de Abril 2024, 10:09
Rúben Amorim, Sporting, Sérgio Conceição, Porto

Rúben Amorim, treinador do Sporting, tem vivido dias felizes em Alvalade. Na reta final da Liga Portugal Betclic, onde ocupa o primeiro lugar, e já apurado para a final da Taça de Portugal, o técnico dos verdes e brancos voltou a bater mais um recorde de leão ao peito, numa fase em que se tem especulado bastante quanto à sua eventual saída.

A cumprir a sua quinta temporada pelos leões, Rúben Amorim deu uma nova vida ao Sporting e já superou Sérgio Conceição, treinador do Porto, visto que, desde a 24.ª jornada da  2019/20, ronda em que o timoneiro assumiu o cargo, os verdes e brancos somaram, até ao momento, 339 pontos nas cinco campanhas na Liga Portugal Betclic, batendo os atuais 338 pontos dos dragões. Assim, o treinador do Sporting veio quebrar uma autêntica hegemonia dos azuis e brancos.

Já o Benfica e o Braga seguem em zona mais discreta na soma pontual das últimas temporadas: as águias contabilizam 326 nas últimas campanhas, enquanto que os minhotos seguem com 283. Os leões do técnico português comprovam assim o seu faro de vitórias ou mesmo de pontuar.

Em caso de vencer esta noite o Famalicão, em partida relativa à 20.ª jornada da Liga, que se encontra ainda por disputar, o Sporting dá ainda um maior print em relação aos números alcançados pelo Porto e Rúben Amorim poderá ficar com 342 pontos conquistados desde que está no comando técnico dos verdes e brancos, um registo totalmente notável.

Rúben Amorim chegou ao Sporting em março de 2020, oriundo do Braga, num negócio que custou aos cofres verdes e brancos qualquer coisa como 12 milhões de euros, já com ‘juros’ incluídos. Desde então, o técnico realizou 206 encontros, tendo vencido 143, empatado 32 e perdido 31, sendo uma das grandes figuras dos verdes e brancos nos últimos anos.

  Comentários