"SPORTING NÃO PRECISA DE IR AO MERCADO": BETO ADMITE QUE POSIÇÃO DEFICITÁRIA DOS LEÕES ESTÁ... BEM ENTREGUE
Antigo guarda-redes dos leões confia nas escolhas de Rúben Amorim e mostra acreditar em jogador que tem sido criticado
Redação Leonino
Texto
29 de Fevereiro 2024, 08:31
Beto, Sporting, Rúben Amorim

Beto crê que Antonio Adán ainda tem muito para oferecer ao Sporting. Apesar do momento do ‘camisola 1’ dos leões, que leva alguns adeptos a tecer críticas à gestão de Rúben Amorim e ao guardião espanhol, o antigo guarda-redes dos verdes e brancos não acredita que seja necessário investir na posição – apesar de a massa associativa do Clube de Alvalade insistir na contratação de um novo dono para as redes do plantel leonino.

“O Sporting não precisa de comprar guarda-redes. Adán tem qualidade para jogar, para ser líder no balneário, qualidade e experiência para enfrentar certos momentos que a equipa pode passar. O Franco (Israel) tem de jogar, tem de ter ritmo porque tem muito potencial. Na minha opinião não precisa de ir ao mercado. Gosto muito dos dois, seja um ou outro a jogar, acho que existem garantias por parte dos dois”, admite, ao jornal A Bola.

O ex-internacional português demarca-se, ainda, das críticas feitas ao ex-Real e Atlético de Madrid, explicando que não tem observado “em Adán erros que se possam considerar assim tão graves, nem têm sido seguidos, não há continuidade que justifique críticas”.

Esta temporada, Antonio Adán – avaliado em 800 mil euros – leva 28 encontros pelo Sporting: 22 na Liga Portugal Betclic e seis na Liga Europa. Ao todo, nos 2.520 minutos em que esteve em campo, o guardião sofreu 29 golos (22 no campeonato e sete na prova europeia).

Antonio Adán chegou ao Sporting no verão de 2020, oriundo do Atlético de Madrid, a custo zero. Desde então, o espanhol realizou 156 encontros, fez duas assistências e conquistou um Campeonato Nacional (2020/21), duas Taças da Liga (2020/21 e 2021/22) e uma Supertaça Cândido de Oliveira (2021/22).

Imagem de destaque
  Comentários