SPORTING NAS MEIAS-FINAIS EUROPEIAS
Vitória por 3-0 coloca leões nas meias-finais da CEV Challenge CUP
Rodrigo Soares Fernandes
Texto
5 de Março 2020, 21:20
summary_large_image

356 leões no João Rocha para ver a equipa de voleibol do Sporting CP apurar-se para as meias-finais da CEV Challenge CUP da modalidade. A equipa de Gersinho venceu, por 3-0, com uma exibição muito segura.

O Sporting CP até entrou mal no jogo, começando a perder logo por 0-2, com a diferença de dois pontos a durar até ao 2-4, altura em que os leões, com Thiago Sens a conseguir dois ás, passando para a frente por dois pontos, aos 6-4. A equipa húngara ainda conseguiu empatar a sete, mas a partir daí os leões estiveram sempre na frente, conseguindo uma vantagem de dois pontos logo aos 9-7. A vantagem aumentou para três pontos pela primeira vez aos 13-10, com um remate de Ángel Dennis, e com isto Zoltan Jokay parou o jogo. A paragem surtiu pouco efeito e a vantagem leonina disparou para cinco pontos (19-13), obrigando o treinador do Pénzügyőr SE a parar novamente o jogo. Mais uma vez a pausa não teve efeito prático e os leões venceram mesmo o primeiro set por 25-18, com Sens a fechar.

O segundo set começou novamente com a formação húngara na frente, conseguindo uma vantagem de dois pontos aos 1-3. Os leões recuperaram e passaram para a frente ao 5-4, ainda que a primeira vantagem de dois pontos apenas tenha surgido ao 9-7. A vantagem cresceu para três aos 12-9 e aos 13-10, mas depois a equipa do Pénzügyőr SE conseguiu voltar a empatar o jogo a 14. Dennis devolveu a vantagem aos leões, que chegou aos quatro pontos aos 18-14 e que se foi mantendo até aos 22-18, mesmo com uma pausa de Jokay pelo meio. Depois de nova pausa a equipa leonina fechou o segundo set novamente por 25-18, depois de um ás de Dennis.

Os leões voltaram a começar a perder o terceiro set, mas desta vez passaram logo para a frente aos 2-1, conseguindo criar uma vantagem de dois pontos com 6-4 no marcador e de três com 8-5. A equipa forasteira ainda voltou a encostar aos 8-7 e 9-8. O 10-8 é um ponto que mostra a garra leonina, com a equipa toda a conseguir salvar uma bola que parecia perdida para o empate a 9. Se o empate esteve perto, os leões recuperaram a vantagem dos três pontos aos 11-8, que se manteve até aos 13-10. A vantagem ainda reduziu para dois pontos, mas voltou aos três aos 16-13, vantagem que se manteve até aos 19-16, altura em que Zoltan Jokay parou o jogo. Foi já com Maia e Dennis no banco e com José Pedro Monteiro e Lourenço Martins em campo que os leões fecharam o jogo aos 25-20.

O próximo adversário da equipa de Gersinho é a equipa italiana do Powervolley Milano, com a primeira mão a estar marcada para 19 de março em Milão. No entanto, devido ao coronavírus ainda não se sabe como será feita a atribuição dos jogos, podendo até os dois encontros serem realizados no Pavilhão João Rocha.

  Comentários