TOMÁS DA CUNHA DESTACA PAPEL DE GYOKERES NO SPORTING, MAS HÁ OUTROS TRÊS NOMES QUE MERECEM ELOGIOS: "EXIBIÇÃO MUITO COMPLETA"
Comentador analisou triunfo dos leões frente ao União de Leiria, em jogo relativo aos quartos-de-final da Taça de Portugal
Redação Leonino
Texto
8 de Fevereiro 2024, 13:37
Tomás da Cunha

O Sporting venceu o União de Leiria, por 3-0, com golos de Gyokeres (2) e Pedro Gonçalves (1). Na opinião de Tomás da Cunha, o avançado do Sporting é figura de destaque nos leões, mas há outros três nomes que saltam à vista: Geny Catamo, Nuno Santos e Morten Hjulmand.

“Há dois pontos indispensáveis no jogo exterior do Sporting: Geny Catamo torna o corredor direito imprevisível e Nuno Santos vem aprimorando os lançamentos para as desmarcações de Gyokeres à esquerda. O sueco até já marca de bola parada. Hjulmand faz exibição muito completa”, escreveu Tomás da Cunha.

No que diz respeito a Geny Catamo, Rúben Amorim, no final do encontro, foi questionado sobre a rotatividade com Esgaio: “A ideia é, de acordo com as características, o que o jogo pede, nós vamos trocando as características, porque um é mais defesa [Ricardo Esgaio] e o outro é mais ala [Geny Catamo]. Se nos lembrarmos, por exemplo, contra o Porto em casa, um jogo muito importante, foi o Geny Catamo que jogou”.

“Às vezes não tem tanto a ver se é um jogo mais difícil ou menos difícil onde vamos atacar mais, tem a ver com as características, se tem de ir buscar os jogadores mais alto, se tem de estar mais baixo, se fazemos linha de quatro ou de três para defender, todos estes pormenores vão entrar na ideia do treinador e na escolha para o jogo”, finalizou Rúben Amorim.

O Sporting volta a entrar em ação no próximo domingo, 11 de fevereiro, na receção ao Braga. O jogo diz respeito à 21.ª jornada da Liga Portugal Betclic e está agendado para as 18h00, no Estádio José Alvalade.

  Comentários