VENDEM-SE MELÕES? DEPOIS DA VITÓRIA DO SPORTING, ROGER SCHMIDT ARRANJA DESCULPAS PARA EMPATE DO BENFICA: "NÃO FOI FÁCIL"
Formação encarnada cedeu pontos na visita ao reduto do Guimarães e viu os leões subirem ao primeiro lugar
Redação Leonino
Texto
12 de Fevereiro 2024, 12:57
Roger Schmidt Sporting Benfica João Neves António Silva

No passado domingo, dia 11 de fevereiro, o Benfica empatou a duas bolas na deslocação ao reduto do Vitória de Guimarães. No final da partida, o técnico encarnado, Roger Schmidt, falou à imprensa e recusou assumir a falta de qualidade e eficácia no jogo, por parte das águias.

“É sempre difícil jogar aqui contra o Vitória, são uma boa equipa, especialmente a jogar em casa. Mas creio que o jogo foi totalmente afetado pelas circunstâncias, pelo estado em que estava o relvado. Não foi um jogo disputado em termos táticos ou técnicos, mas sobretudo nas lutas pela posse nas segundas bolas e aproveitar os erros do adversário para tentar marcar golos”, começou por afirmar Roger Schmidt.

“Foi um jogo de futebol diferente do habitual. Tanto na primeira como na segunda parte, o Vitória conseguiu marcar primeiro e neste tipo de relvados quem marca primeiro acaba por ficar em vantagem. Creio que estivemos bem, com o golo do Rafa na primeira parte. Depois do intervalo tentámos colocá-los mais sob pressão, tivemos alguns momentos positivos, mas não foi tão fácil, principalmente no meio-campo ofensivo, para se jogar futebol”, atirou Roger Schmidt.

“Fazer passes curtos era impossível, então tivemos que apostar num futebol mais direto, com bolas longas, de forma a levar a bola à área adversária. O Vitória esteve bem, conseguiu chegar ao segundo golo com um bom cruzamento e uma boa finalização do [André] Silva, mas é claro que é mais fácil de defender neste tipo de relvados do que atacar”, considerou Roger Schmidt.

“No final de contas, queríamos ganhar o jogo de hoje, mas quando marcas o golo final nos últimos minutos temos de aceitar que um ponto é melhor do que nada. Foi um resultado justo, que nós aceitamos”, finalizou Roger Schmidt.

No mesmo dia, o Sporting venceu por cinco bolas a zero a formação do Braga e voltou a ascender à primeira posição da tabela classificativa do campeonato português, com 52 pontos e uma partida a menos do que os restantes rivais.

  Comentários