“APRESENTA MUITA FLEXIBILIDADE TÁTICA” – ENTENDIDOS DESMANCHAM-SE EM ELOGIOS POR ESTRELA DO SPORTING
Imprensa nacional está rendida a jogador da turma de Rúben Amorim e desta vez não é Viktor Gyokeres
Redação Leonino
Texto
9 de Maio 2024, 15:11
Viktor Gyokeres, Gonçalo Inácio, Sebastián Coates, Eduardo Quaresma, Morten Hjulmand, Nuno Santos, Francisco Trincão, Pedro Gonçalves, Pote, Sporting

Morten Hjulmand, também apelidado de “motor dinamarquês”, foi uma das peças fundamentais no meio-campo do Sporting esta época, juntamente com Hidemasa Morita, Daniel Bragança e Pedro Gonçalves. Lado a lado com Viktor Gyökeres, o jogador tem sido um dos grandes destaques do plantel leonino.

Porém, há um ano o cenário não era exatamente este. Existiam diversas dúvidas por parte da comunidade dos leões se o dinamarquês conseguiria preencher o espaço deixado pela saída de Manuel Ugarte na equipa liderada por Rúben Amorim. Após 41 jogos de verde e branco e garantido o título de campeão da Liga Portugal Betclic, não restam dúvidas algumas que a contratação de Hjulmand foi uma grande jogada por parte do scouting do Sporting.

“Hjulmand é um médio moderno que apresenta muita flexibilidade tática. O porte físico e leitura de jogo fazem com que seja natural que jogue como um médio mais defensivo, mas na verdade mostra também sentir-se confortável com a bola em posições mais avançadas”, é possível ler-se no artigo publicado na passada quarta-feira do jornal O Jogo.

A capacidade característica do camisola 42 em ocupar meios-espaços de ataque é crucial para a criação de oportunidades. Ao forçar o adversário a correr riscos ou a recuar e ceder a posse de bola, Hjulmand, apresenta-se como um elemento essencial para a estrutura de Amorim. Ao atuar como a ligação entre defesa e ataque, passa a ser o dinamarquês que dita o ritmo dos jogos a partir do momento que a bola passa do meio de campo: “Oferece-se como opção de passe quando os alas precisam, cobre o espaço para os centrais quando sobem para o ataque e tem um alcance de passe crucial para a forma com que o Sporting joga. Hjulmand é o verdadeiro motor dos leões em campo”, rematou o artigo do diário desportivo.

Recorde-se que Morten Hjulmand chegou a Alvalade no início da época, transferido do Lecce, a troco de 18 milhões de euros, mais 3 por objetivos. O médio dinamarquês tem contrato com o Sporting até junho de 2028 e uma cláusula de rescisão que ronda os 80 milhões de euros.

  Comentários