"É, DE LONGE, O MELHOR EM PORTUGAL"; MOITA FLORES DELICIADO COM ESTRELA DO SPORTING
Escritor e argumentista é adepto dos verdes e brancos e assistiu atento à goleada sobre o Estoril
Redação Leonino
Texto
6 de Janeiro 2024, 09:18
Pedro Gonçalves, Francisco Trincão, Geny Catamo, Dário Essugo, Luís Neto, Matheus Reis, Gonçalo Inácio, Viktor Gyokeres, Sporting

Sporting venceu, na última sexta-feira, dia 5 de janeiro, o Estoril (5-1), em jogo válido para a 16.ª jornada da Liga Portugal Betclic. Viktor Gyokeres não marcou, mas apontou três assistências e esteve ‘ligado à corrente’, para encanto dos adeptos.

“Esta equipa é uma divisão Panzer com um motor de 600 cavalos, que é o Gyökeres. É uma equipa muito boa, para ganhar o campeonato. Ele é, de longe, o melhor avançado em Portugal, é extraordinário. Podiam ter sido seis ou sete, mas é justo”, disse Francisco Moita Flores, ao Record.

“Adivinhava-se um jogo muito difícil, frente a uma equipa que tem feito um bom campeonato, mas o Sporting não facilitou e dominou sempre, do princípio ao fim. Vitória merecida. E o Gyökeres não marca, como assiste. É impressionante”, garantiu Carlos Pereira, ex-treinador dos leões.

“O Sporting foi claramente superior. Entrou logo para resolver, com dois golos do Edwards e duas assistências do Gyökeres. Na segunda parte, controlou, fez mais três golos. Com as mexidas do Rúben, é normal, a equipa relaxou e sofreu um golo”, explicou Luís Lourenço, avançado que jogou três épocas em Alvalade.

Na temporada de estreia pelos leões, Viktor Gyokeres – avaliado em 45 milhões de euros – tem encantado tudo e todos. Até ao momento, o futebolista soma 18 golos e nove assistências em 22 encontros disputados com a Listada verde e branca.

O poderio ofensivo impressionante e o impacto tremendo na equipa de Rúben Amorim valem-lhe cobiça do estrangeiro. No entanto, a palavra dos responsáveis leoninos é bem clara: se ninguém der os 100 milhões da cláusula a pronto, o sueco não sai.

Imagem de destaque
  Comentários