EXCLUSIVO LEONINO – NUNO CORREIA DA SILVA FALA SOBRE ATUALIDADE DO SPORTING E DEFENDE: “RÚBEN AMORM GANHOU…”
Antigo administrador da Holdimo prestou declarações ao nosso jornal e falou sobre atualidade verde e branca
Redação Leonino
Texto
27 de Abril 2024, 03:00
Rúben Amorim, Sporting, West Ham

Nuno Correia da Silva esteve em declarações ao Leonino, onde colocou o seu olhar diante dos temas que marcam a atualidade verde e branca. Em vésperas do Clube de Alvalade se poder sagrar campeão nacional, o antigo administrador da Holdimo considera que o balneário está repleto de confiança.

“Acredito que o Sporting consagrar-se-á campeão no jogo com o Portimonense, mas guardo a esperança que ainda possa ser no Dragão. A equipa está confiante, durante todo o campeonato, não houve um jogo ganho em que o Sporting se tenha superiorizado de forma incontroversa. As dinâmicas estão muito agilizadas, não serão os Cinco Violinos, mas é uma verdadeira orquestra”, começou por apontar.

Perante a viagem de Rúben Amorim a Londres, durante a semana de preparação para o Clássico, Nuno Correia da Silva distanciou-se de um eventual ‘mexerico’ entre os futebolistas do Sporting. “Rúben Amorim ganhou o balneário porque o que deu ao Sporting e a cada jogador, ofereceu a cada um a possibilidade de descobrir o seu melhor e ao Sporting ofereceu uma equipa onde quem está no banco não tem menos valor do que quem está em campo”, considerou.

“Temos todas as condições, se as coisas correrem bem no jogo entre o segundo e o terceiro classificado, o Sporting poderá ser campeão no Dragão. Aí seria não só o fim do jejum, como um banquete com festa. O Sporting está com uma equipa e com uma confiança que torna a equipa de arbitragem indiferente”, acrescentou.

Ainda no mesmo momento, Nuno Correia da Silva colocou o seu olhar sobre o fim da temporada e o começo da próxima: “As equipas ganham com estabilidade, os maiores da Europa são, também, as equipas onde o tempo médio de permanência de cada jogador é maior, entre quatro e cinco anos, por isso, sou muito conservador nas mudanças. Zeno Debast é um bom jogador, mas a opção tem de ser avaliada no quadro da estratégia global para a época 24/25”, finalizou.

  Comentários