“FIQUEI SURPREENDIDO PELA NEGATIVA”; JAIME MARTA SOARES ‘ABRE O LIVRO’ PERANTE ESTRELA DO SPORTING
Antigo presidente da Assembleia Geral do Clube de Alvalade debruçou-se em elemento dos leões
Redação Leonino
Texto
28 de Abril 2024, 08:46
Jaime Marta Soares, Sporting

Jaime Marta Soares, antigo presidente da Assembleia Geral do Sporting, esteve em declarações ao jornal ‘A Bola’ onde colocou o seu olhar perante os recentes acontecimentos que envolveram Rúben Amorim, bem como seu consequente pedido de desculpas na conferência de imprensa do passado sábado.

“Foi uma surpresa, não pensava que Amorim pudesse ter algum deslize, porque é uma pessoa tão intelectualmente correta, honesta, transparente, que efetivamente se deixasse envolver numa situação destas. Se ele não tivesse confirmado eu não acredita. Precipitou-se e teve consciência disso. Portanto a sua atitude foi de dignidade e honorabilidade que é de enaltecer, mas isso não deixa de me levar a não dizer que fiquei surpreendido pela negativa. Nunca me passou pela cabeça que Amorim fosse minimamente capaz de ter uma atitude menos pensada”, começou por apontar.

E prosseguiu: “Claro que não é por aí que deixo de ter altíssima consideração por ele, de continuar a acreditar nele e de como costumamos dizer no melhor pano cai a nódoa. Isso não é suficiente para os sportinguistas deixem de acreditar nele. E também a humildade que teve como quem diz com a corda ao pescoço estou aqui e façam de sua justiça é de enaltecer e de não é de esquecer. Não é de alimentar qualquer tipo de desconfiança para um homem com a dimensão humana e intelectual que tem Rúben Amorim. Não é por aí que se pode e deve julgar o Rúben. Errar é humano.”

Ainda no mesmo momento, Jaime Marta Soares revelou que considera que Frederico Varandas também deveria tomar uma posição pública perante o caso: “Se deu autorização, algo que eu acredito, o presidente não pode ficar em silêncio. Não pode vir só para as televisões com coisas boas. Tem de assumir o que é menos bom. E se tem respeito e consideração pelo seu treinador tem de confirmar a história e não alimentar esta discórdia”, apontou

“Só espero que continue. Não é uma pequena falha no percurso que pode pôr em causa a sua capacidade técnica e tática e profissional, como o seu sentido de homem honesto e correto que admiro muito. Não só na parte profissional, mas humana. Foi pequena falha, mas não é tão grave como isso, depois de ter dito o que disse”, concluiu.

  Comentários