"FOI O MAIOR ERRO DE SOUSA CINTRA": BALAKOV, LENDA DO SPORTING, SEM PAPAS NA LÍNGUA
Antigo craque dos verdes e brancos não esquece atitude do ex Presidente do Clube de Alvalade
Redação Leonino
Texto
21 de Abril 2024, 10:09
Krasimir Balakov, Sousa Cintra, Sporting

Krasimir Balakov recordou os tempos de glória com a camisola do Sporting. O búlgaro, lenda do Clube de Alvalade, não esquece Bobby Robson e acredita que despedir o técnico inglês foi “o maior erro” de Sousa Cintra, Presidente dos verdes e brancos à data.

“Bobby Robson era um ‘gentleman’. Tinha grande classe e era um treinador respeitado por todos. Por isso tivemos bons resultados até ao inverno de 1993. Depois aconteceu o que aconteceu no jogo com o Casino Salzburgo e ele foi despedido. Terá sido esse o maior erro de Sousa Cintra”, garantiu, ao jornal A Bola.

“Tirar Bobby Robson, naquela altura, foi um erro. Acho que, com Bobby Robson a treinador, poderíamos ganhar o campeonato. Estávamos no primeiro lugar e ele é despedido!”, recorda o antigo craque do Sporting, não esquecendo o que se sucedeu à decisão de Sousa Cintra.

“Foi a primeira vez na vida que ele foi despedido. Era um treinador com nome e acontece aquilo. Mas o Bobby Robson tinha uma personalidade forte. Levantou a cabeça, convidou toda a equipa para jantar e, pouco depois, vimos Robson ao lado de Pinto da Costa para assinar pelo Porto”, relembra admitindo que o já falecido técnico foi, de facto, despedido na viagem de regresso da Áustria para Portugal.

No final do ano transato, também Sousa Cintra admitiu que o despedimento de Bobby Robson é o que mais lamenta até aos dias de hoje: “Vou dizer uma coisa: foi algo que sempre me acompanhou e que me acompanhará sempre. Nunca imaginei que seria assim, não deveria ter tido esse comportamento, foi uma coisa horrível. De tudo o que fiz no Sporting é a única coisa que me arrependo”, garantiu, ao jornal A Bola.

Confira as palavras de Balakov sobre o sucedido:

  Comentários