LEÃO RUGIU MAIS ALTO NA ESTREIA
Sporting CP venceu FC Paços de Ferreira, por 2-0. Jovane Cabral e Sebastián Coates apontaram os golos verdes e brancos
Duarte Pereira da Silva
Texto
27 de Setembro 2020, 20:29
summary_large_image

O Sporting CP estreou-se com uma vitória na edição 2020/21 da Liga NOS. Os leões venceram o FC Paços de Ferreira, por 2-0, com golos de Jovane Cabral e Sebastián Coates. Na próxima quinta-feira, o conjunto de Rúben Amorim defronta o LASK Linz, no Estádio José Alvalade, às 20h00, em jogo relativo ao play-off de acesso à fase de grupos da Liga Europa.

Rúben Amorim, representado por Emanuel Ferro no banco de suplentes, optou por não fazer qualquer alteração no 11 inicial relativamente ao jogo com o Aberdeen FC. Assim sendo, Adán (GR), Neto, Coates (C), Feddal; Pedro Porro, Matheus Nunes, Wendel, Nuno Mendes; Tiago Tomás, Luciano Vietto e Jovane Cabral iniciaram a partida.

No arranque do encontro, tremenda ocasião de golo para o Sporting CP. Sebastián Coates, com um excelente passe, lançou Nuno Mendes nas costas da defensiva dos castores e o jovem lateral assistiu Tiago Tomás, que, com a baliza escancarada, atirou por cima. Destaque para o cruzamento de Nuno Mendes. Era difícil pedir melhor ao internacional sub-21 português.

Na resposta, aos sete minutos, o FC Paços de Ferreira esteve perto de inaugurar o marcador. O meio campo leonino perdeu a bola em zona proibida e Douglas Tanque atirou com perigo. Adán parecia ter a situação controlada. Com uma dezena de minutos disputados, primeira ação disciplinar. Luís Neto impediu Luiz Carlos de sair para o contra-ataque e viu o cartão amarelo. Critério apertado do árbitro, Fábio Veríssimo.

Porém, os leões pouco ou nada pareceram afetados. No corredor esquerdo, Tiago Tomás trabalhou bem e deu para Jovane Cabral, que descobriu Pedro Porro completamente solto no lado oposto. O lateral espanhol tentou a sua sorte e obrigou Jordi Martins, guarda-redes dos castores, a defesa apertada.

Aos 20 minutos, Fábio Veríssimo assinalou grande penalidade favorável ao Sporting CP. Após um canto, Wendel, à entrada da área, disparou com violência e Douglas Tanque acabou por jogar a bola com a mão. Na conversão, Jovane Cabral não facilitou e fez o 1-0.

Com mais de metade do primeiro tempo jogado, contrariedade para os leões. Jovane Cabral saiu lesionado e deu o lugar a Nuno Santos, que, já recuperado da COVID-19, se estreou com a listada verde e branca. Com a substituição, alteração tática no conjunto de Rúben Amorim: Luciano Vietto passou a atuar como falso 9, Nuno Santos no corredor esquerdo e Tiago Tomás pelo lado direito.

Aos 38 minutos, o Sporting CP podia ter chegado ao 2-0. Vietto, de calcanhar, colocou Tiago Tomás na cara Jordi Martins, mas o jovem formado em Alvalade rematou ao lado. Nuno Santos ficou a reclamar com o colega de equipa, visto que, no seu entender, estava em posição mais favorável para finalizar.

Até ao final dos primeiros 45 minutos, o conjunto de Rúben Amorim ainda sofreu alguns calafrios, mas acabou por conservar a vantagem (1-0). Uma primeira parte razoável dos leões, que, para lá do golo, tiveram duas boas oportunidades para marcar. O aspeto negativo acabou por ser a lesão de Jovane Cabral. Individualmente, Luciano Vietto, Nuno Mendes e Pedro Porro estiveram em evidência.

No recomeço, o FC Paços de Ferreira teve mais bola, mas os leões, embora sem serem capazes de ameaçar a baliza adversária, iam controlando as ambições da turma de Pepa. Por esta altura, a equipa verde e branca parecia acusar algum desgaste físico.

Aos 58 minutos, primeiro sinal de perigo dos homens capitaneados por Coates. Nuno Santos sofreu falta e, no livre subsequente, Pedro Porro bateu com perigo, obrigando Jordi Martins a ceder canto. Pouco depois, aos 63 minutos, o Sporting CP chegou ao segundo golo. Num lance de insistência, Nuno Mendes cruzou e Feddal assistiu Coates, que, ao segundo poste, encostou para o 2-0. Uma jogada de entendimento entre a dupla de centrais verde e branca. Ao jogo 202 com o leão rampante, foi o 17.º golo do uruguaio, igualando, assim, Otávio Barbosa como o quarto defesa mais goleador da história do Clube.

Logo de seguida, Vietto, visivelmente desgastado, deu o lugar a Daniel Bragança. Era a estreia pela equipa principal do médio formado na Academia agora denominada Cristiano Ronaldo. Com o dilatar da vantagem, os rapazes de verde e branco começaram a gerir o ritmo da contenda, talvez já com os olhos postos no importante encontro da próxima quinta-feira, frente ao LASK Linz.

Nesse sentido, com pouco mais de uma dezena de minutos por jogar, Antunes, que, também ele se estreou pelos leões, e Andraž Šporar renderam Tiago Tomás e Pedro Porro. Nota para mais um excelente desempenho do lateral espanhol.

Até ao final, pouco mais houve a assinalar e os leões confirmaram o triunfo, por 2-0, diante do FC Paços de Ferreira. Com esta vitória, o Sporting CP soma três pontos e ocupa o quinto lugar da Liga NOS, sendo que tem menos um jogo do que a grande maioria das equipas.

Na próxima quinta-feira o conjunto de Rúben Amorim defronta o LASK Linz, no Estádio José Alvalade, às 20h00, em jogo relativo ao play-off de acesso à fase de grupos da Liga Europa.

Fotografia de FC Paços de Ferreira

  Comentários