MORTEN HJULMAND, CRAQUE DO SPORTING, VISTO COMO UM DOS ELEITOS PARA 'HERDAR' A BRAÇADEIRA DE CAPITÃO
Médio dinamarquês foi incluído em lista restrita de possíveis herdeiros ao título de líder da equipa
Redação Leonino
Texto
21 de Março 2024, 10:46
Morten Hjulmand, Sporting, Arouca

Em plena temporada de estreia no Sporting, Morten Hjulmand já conquistou um lugar de destaque na equipa, tanto pelos leões, como se comprova pelo facto de ter sido opção em 40 dos 43 jogos do clube até à data, assim como pela seleção dinamarquesa, já que se prepara para assumir, à partida para 2024/25, um papel na hierarquia de capitães, como avançado pelo Record.

“Passar do zero para 40 jogos numa época é inacreditável”, disse Hjulmand, destacando a sua rápida integração no Clube verde e branco.  Além da importância em Alvalade, o médio de 24 anos começa a ganhar uma influência crescente também na seleção da Dinamarca, onde está concentrado para os particulares com a Suíça (sábado) e as Ilhas Faroé (terça-feira).

De tal forma que o selecionador dos nórdicos, Kasper Hjulmand, decidiu reunir 11 dos seus 26 convocados, selecionando aqueles que considera terem as maiores e melhores qualidades de liderança, e Hjulmand ingressou nessa lista de escolhidos.

“Foi uma surpresa muito agradável”, afirmou o jogador, ao saber da sua inclusão no grupo de líderes da seleção dinamarquesa. De acordo com informações veiculadas pela imprensa dinamarquesa, o jogador do Sporting foi eleito para este seleto grupo, ao lado de nomes como Simon Kjær, Christian Eriksen, Kasper Schmeichel, Yussuf Poulsen, Pierre-Emile Højbjerg, Jannik Vestergaard e Thomas Delaney, entre outros.

“É um grupo que sinto que pode influenciar o grupo em diferentes formas. Com o Christian [Eriksen] estou sempre a falar de futebol, por exemplo. O Kasper [Schmeichel] é extremamente generoso e extrovertido. E também existe muito potencial de liderança no Morten Hjulmand, que não pode ser excluído”, explicou o técnico, revelando que estes jogadores serão fundamentais “na forma como a Dinamarca quer jogar, na execução do plano para os jogos e na forma como a seleção trabalha”, terminou.

  Comentários