MORTEN HJULMAND FOI OBSERVADO NO DÉRBI COM O BENFICA: CLUBE DA PREMIER LEAGUE QUER LEVAR MÉDIO DO SPORTING
'Camisola 42' de Rúben Amorim é o segundo jogador mais caro da história dos leões, apenas atrás de Viktor Gyokeres
Redação Leonino
Texto
2 de Março 2024, 15:44
Morten Hjulmand, Sporting, Benfica

Morten Hjulmand foi dos melhores em campo, na vitória do Sporting, por 2-1, diante do Benfica. Nas bancadas do Estádio José Alvalade, estiveram presentes emissários do Tottenham, de Pedro Porro, que viajaram desde Londres para observarem o médio, que será do agrado do técnico, Ange Postecoglou.

Os londrinos ficaram bastante interessados no que viram, mas não vão ter tarefa fácil. Tal como noticiou, em Exclusivo, o Leonino, o internacional dinamarquês é, juntamente com outro craque do plantel, indispensável para o treinador dos verdes e brancos e uma eventual saída no verão está fora de questão (saiba mais AQUI).

Segundo o Record, além dos spurs, também Manchester City, Manchester United, Chelsea e Liverpool marcaram presença no Estádio José Alvalade. Viktor Gyokeres, Ousmane Diomande e Pedro Gonçalves foram dos jogadores mais observados. Gonçalo Inácio também seria, mas falhou a partida, uma vez que está a contas com um lesão.

Morten Hjulmand chegou ao Sporting no início da presente temporada, oriundo do Lecce, a troco de 18 milhões de euros, mais 3 mediante o cumprimento de alguns objetivos previamente estipulados, tornando-se numa das contratações mais caras da história da turma comandada por Rúben Amorim. O médio tem contrato com o Clube de Alvalade até junho de 2028 e uma cláusula de rescisão de 80 milhões de euros.

Até ao momento, Morten Hjulmand – avaliado em 26 milhões de euros – tem encantando tanto Rúben Amorim, treinador dos leões, como os adeptos, tendo realizado 34 encontros (2.429 minutos): 20 na Liga Portugal Betclic (1.524), oito na Liga Europa (494), quatro na Taça de Portugal (231) e dois na Taça da Liga (180). O médio leva dois golos (Moreirense e Rio Ave) três assistências (Rio Ave, Dumiense e Casa Pia).

  Comentários