Corner Left

Receba, em primeira mão, as principais notícias do Leonino no seu WhatsApp!

WhatsApp Seguir

Futebol

“NÃO DEPENDE SÓ DE MIM”

Em entrevista ao jornal Record, Adrien Silva falou sobre a possibilidade de voltar ao Sporting CP e também abordou a sua transferência para o Leicester

Leonino - Onde o Sporting é notícia
Leonino - Onde o Sporting é notícia

  |

Icon Comentário0

Adrien Silva, antigo capitão do Sporting CP, concedeu, este domingo, 24 de maio, uma entrevista ao jornal Record onde, entre outros temas, abordou a sua saída dos leões e falou sobre um eventual regresso a Alvalade.

Possibilidade de regressar ao Sporting CP

“As pessoas têm de perceber que não depende apenas da vontade do jogador para que as coisas se realizem. Não depende só de mim. É tão simples quanto isto. Aliás, preferia não falar mais sobre este assunto”.


Despedida dos adeptos leoninos

“Fiz tudo o que estava ao meu alcance para representar da melhor forma as cores do clube. Foi exatamente isso que senti no momento da despedida. Tudo o que vivi, as emoções que senti naquele estádio, todo o percurso que trilhei desde os 12 anos… Veio-me tudo à cabeça naquela altura. Apesar de ser uma pessoa muito reservada em termos emocionais, naquela altura não deu para esconder. Quando é puro… é mesmo assim. Ainda para mais quando estava com pessoas tão especiais e importantes na minha vida, como são a minha mulher e os meus filhos. E o Paulinho…”.


Relação com Paulinho

“As pessoas podem não entender, mas eu tenho imagens na minha cabeça de quando cheguei a Alcochete com 12 anos e nem português falava! E ele foi uma das pessoas que me ajudou, que me acarinhou desde o primeiro dia. Brincava connosco, conversava connosco. Fazia com que não pensássemos tanto nas saudades das nossas famílias. Depois, cresci com ele no plantel principal. Ele estava lá. Todos os dias. Pronto para ajudar, para motivar, para brincar. No momento da despedida, fiz questão que ele entrasse comigo e com a minha família no relvado. Em honra de tudo o que vivemos e partilhámos”.

Silêncio de quase dois meses após saída do Sporting CP

“Foi difícil engolir certas coisas que disseram sobre mim… Algumas pessoas caíram nessas mentiras, nas coisas que eram passadas. Mas acredito que as pessoas certas, as que me conhecem e que sabem o que aconteceu. Essas nunca me falharam. E isso é o que me importa. A opinião pública é normal. Não vai ser tudo sempre um mar de rosas. Fui assobiado em Alvalade, na minha casa, na época que correu muito mal ao Sporting [2012/13]. Tenho de entender isso. São coisas normais na vida de um jogador de futebol. Não nos podemos deixar cair na negatividade. Até porque, quando me fui despedir dos adeptos em Alvalade, fui ovacionado. E é isso que levo do Sporting. Os gritos de incentivo, as palavras positivas, os bons momentos. No fundo, os sorrisos. São estas as vitórias que me ficam marcadas”.

Época de 2015/2016

“Foi um autêntico milagre não termos conseguido vencer nessa época! Lá está... a tal espinha encravada. E, admito, sofri muito com isso a nível psicológico. Não foi uma final perdida. Um jogo menos conseguido que, dois ou três dias depois, passa. Isto ficou gravado em mim. Fui campeão em todos os escalões da formação e, no meu espelho de objetivos, tinha também o de ser campeão pelo Sporting. Infelizmente, ficou por concretizar. Mas estou de consciência tranquila”.

Golo que guarda com mais carinho no período que envergou o leão rampante

“Assim de repente, diria o penálti na final da Taça de Portugal, com o Sp. Braga [2014/15]. Por tudo o que aconteceu ao longo da semana, das coisas que fui ouvindo… Um jogo de malucos, alimentado pelos comentários de alguns adeptos sobre mim e o Cédric. O dever de retribuir o que tínhamos roubado antes [referência à Taça ganha com a Académica na final com o Sporting]. E o Cédric até foi expulso. Há coisas… as pessoas não sabem o que acontece na cabeça dos jogadores, a pressão que é imposta. Havia condicionantes extras que tivemos de enfrentar e ultrapassar. E conseguimos!”.

Melhores memórias nos 15 anos em que representou o Clube de Alvalade

“Foi uma vida no Sporting. Muitos momentos, emoções. Uma mistura entre o futebol e o meu crescimento pessoal e sentimental. As saudades da família… Lembro-me disso como se fosse hoje. Quando regressamos de França, a minha família foi viver para Arcos de Valdevez. Não era propriamente perto para receber visitas na Academia de Alcochete [risos]… Então, só tinha oportunidade de os ver aos fins de semana. Os meus pais e o meu irmão faziam esse esforço: conduziam quatro horas para cá [Lisboa] e mais quatro horas para lá. Era duro. Foi assim durante 7 anos. Depois tive a felicidade de fazer a pré-época com o Paulo Bento e de agarrar um lugar. Foi a recompensa por todos os sacrifícios, meus, dos meus pais e do meu irmão. Foi especial receber a confirmação de que ia trabalhar com pessoas que eu via à distância, nas bancadas de Alvalade, durante os jogos. Senti nesse momento que poderia estar perto de atingir o meu sonho, o meu objetivo”.

Mágoa por não ter sido campeão pelo Sporting CP

“Não tenho problema nenhum em dizer agora. Se fosse em qualquer outra altura da minha carreira, provavelmente não responderia desta forma. Mas, com o tempo e maturidade que adquiri… e com a consciência. Dei tudo o que tinha ao Sporting, mas não me custa admitir que o facto de nunca ter ganhado o título é uma espinha encravada. Ainda para mais quando estivemos tão, tão perto de o conseguir”.

Mudança para Leicester

“Nunca me vou arrepender das opções que tomei. Acabam sempre por ser benéficas, de uma maneira ou de outra. Agora tento sempre ver o lado positivo das coisas, mesmo quando tudo é… bastante negativa [risos]. É um trabalho que desenvolvo com um profissional com o qual trabalho desde essa altura, precisamente para não cair nesse erro, nesse buraco do qual não conseguiria sair”.

Período de 6 meses sem jogar

“Um desalento difícil de explicar. Muita gente me tentou ajudar, mas era complicado. Quem me conhece sabe que só estou plenamente bem num relvado, a jogar. Seja em que parte do Mundo for. Só a jogar é que me sinto feliz e realizado. Sentir que isso me estava a fugir pelas mãos, que estava a adiar o meu sonho… Foram emoções muito fortes e, felizmente, não estava sozinho nesta batalha”.

Relação com Jorge Jesus

“Tínhamos uma relação muito fácil, porque sempre fomos sinceros um com o outro. Quando assim é, a comunicação é simples e eficaz. Não foi difícil comunicar-lhe que ia embora. Ele compreendeu e só me quis desejar a melhor sorte do Mundo. De alguma forma, ele também se sentiu feliz pelo facto de eu estar perto de realizar o meu sonho e de poder competir com grandes jogadores na Premier League. Isso demonstra bem o caráter do míster Jorge Jesus”.

Fotografia de Sporting CP


Futebol

GONÇALO INÁCIO FOI CHAMADO DE EMERGÊNCIA E PORTUGAL VENCE REPÚBLICA CHECA NO EURO 2024

Central do Sporting entrou em campo com resultado favorável ao adversário e comandados de Roberto Martínez alcançam vitória suada

Gonçalo Inácio entrou em campo com resultado favorável à República Checa e Portugal de Roberto Martínez alcança vitória suada
Gonçalo Inácio entrou em campo com resultado favorável à República Checa e Portugal de Roberto Martínez alcança vitória suada

  |

Icon Comentário0

Portugal venceu a República Checa, por 2-1, e entrou da melhor forma no Campeonato da Europa. Gonçalo Inácio, central do Sporting, foi suplente, mas Roberto Martínez acabou por lançar o 'camisola 25' de Rúben Amorim, com um resultado desfavorável no marcador, para dar uma maior dinâmica à construção a partir de trás no corredor esquerdo.

Numa primeira parte totalmente dominada por Portugal, foram algumas as oportunidades desperdiçadas pela armada lusa. Rafael Leão teve rasgos individuais, mas acabaram por ser insuficientes perante o bloco baixo do adversário. Cristiano Ronaldo mostrou-se inconformado e esteve nas melhores oportunidades: um passe de calcanhar a lançar Vitinha e um remate de pé esquerdo, já perto dos 45’. Ao intervalo, o marcador registava o nulo.


No segundo tempo, foi praticamente mais do mesmo. Os checos 'estacionaram o autocarro' e foram evitando o golo português. Lukas Provod, médio do Slavia de Praga, acabaria mesmo por gelar a Red Bull Arena, com um remate em jeito de fora de área, não dando qualquer hipótese a Diogo Costa e abrindo o marcador aos 62'. Aos 69', numa infelicidade, Robin Hranac colocou a bola na própria baliza e devolveu a igualdade ao placard. Quando tudo parecia perdido, Francisco Conceição fez o golo da vitória, já depois dos 90 minutos.


Com esta vitória - Portugal estreia-se no Campeonato da Europa com um triunfo bastante suado, num jogo em que Cristiano Ronaldo e companhia tiveram oportunidades suficientes para chegar a números de goleada. Desta forma, a equipa das quinas lidera o grupo, com três pontos, em igualdade pontual com a Turquia, que bateu a Geórgia, por 3-1.

Portugal vai agora recarregar baterias para o próximo embate na competição. Os comandados de Roberto Martínez enfrentam as turcos, que entraram na prova com o pé direito. O duelo está marcado para o próximo sábado, dia 22 de junho e tem pontapé de saída agendado para as 17h00, no Signal Iduna Park, estádio do Borussia Dortmund.



Futebol

QUEREM VER… MÁRIO RUI FOI APONTADO A OUTROS DESTINOS E PODE ACABAR A SER REFORÇO DO SPORTING

Internacional português foi colocado no mercado de transferências pelo Nápoles e já começou a 'agitar águas'

Mário Rui foi colocado na rota do Sporting, mas só termina contrato em 2026
Mário Rui foi colocado na rota do Sporting, mas só termina contrato em 2026

  |

Icon Comentário0

O nome de Mário Rui está a ser novamente associado ao Sporting. Apesar de os rumores serem mais fortes no que toca à contratação do internacional português por parte do Benfica, o jogador do Nápoles continua a ser colocado na mira dos verdes e brancos para integrar o plantel de Rúben Amorim na próxima época.

Na realidade, recentemente, também a imprensa transalpina já havia dado conta do interesse do Clube de Alvalade na contratação do lateral, colocando, além do emblema liderado por Frederico Varandas, Benfica e Porto entre aqueles que estavam atentos a eventuais negociações do jogador, que ainda tem contrato com os italianos até 2026, mas terá sido colocado no mercado.


“Os contratos não significam tudo. O Nápoles pediu-me para levar o Mário Rui para outro clube, mas eu podia dizer que ele tem mais dois anos de contrato e que ia ficar. Os contratos são válidos, mas há dinâmicas que podem mudar as coisas”, garantiu Mario Giuffredi, agente do futebolista, no passado dia 31 de maio.


O eventual desejo em Mário Rui surge do facto de o Clube de Alvalade estar na busca de um novo ala esquerdo para a próxima temporada. Tal como noticiou, em Exclusivo, o Leonino, o Sporting pretende reforçar a posição e dar maior profundidade ao plantel de Rúben Amorim.

Em 2023/24, Mário Ruiavaliado em 3,5 milhões de euros – disputou 28 encontros, com a camisola da formação azzurri, tendo feito duas assistências, ao longo dos 1.562 minutos em que esteve em campo. Esta foi a sua sétima e última temporada no Nápoles, clube ao qual chegou, em 2017/18, por empréstimo da Roma, tendo assinado na época seguinte, de forma definitiva, a troco de uma verba de 5,75M.



Futebol

“PONTO MAIS NEGATIVO DA MINHA CARREIRA”: EX-CAPITÃO DO SPORTING RECORDA TRAUMA APÓS DEIXAR ALVALADE

Médio que representou o Clube de Alvalade não deixou nada por dizer em recentes declarações

  |

Icon Comentário0

Adrien Silva, ex-jogador e capitão do Sporting, falou recentemente, entre vários temas, sobre o momento menos positivos na carreira. No caso, o atual médio do Rio Ave não hesitou em recordar a sua transferência de Alvalade para o Leicester, que valeu aos leões um encaixe de 25 milhões de euros, em 2017.

"Acho que deve ter sido o ponto mais negativo da minha carreira. Acho que nunca contei publicamente. Estava na Seleção, nessa altura, e pensava que já não ia acontecer. E recebo uma chamada para viajar [para Inglaterra] o mais rápido possível, porque faltava um dia. E eu tive de pedir autorização ao mister Fernando Santos. Tinha prometido ao mister que ia treinar no dia seguinte de manhã e foi o que aconteceu", começou por dizer, em declarações ao podcast '1 PARA 1'.


"Tive de viajar de noite sem dormir e treinei, tal como tinha prometido. Mas depois o pior veio a acontecer. Saber 10 dias que depois as coisas não tinham sido feitas da melhor forma. E então foi aí que começou a parte mais complicada", lembrou, relacionado com a altura pela qual a sua inscrição pelo emblema inglês acabou por falhar por 14 segundos.


Recorde-se que, depois de seis épocas no estrangeiro - com passagens por Leicester (Inglaterra), Monaco (França), Sampdoria (Itália) e Al Wahda (Emirados Árabes Unidos) -, Adrien Silva optou por regressar a Portugal através do Rio Ave no último mercado de inverno, emblema pelo qual realizou dez partidas (335minutos).

Com a Listada verde e branca, Adrien Silvaavaliado em 500 mil euros – contabilizou 241 jogos, 39 golos e 19 assistências. Em Alvalade, o médio conquistou cinco troféus: duas Taças de Portugal (2007/08 e 2014/15) e três Supertaças Cândido de Oliveira (2007, 2008 e 2015).



envelope SUBSCREVER NEWSLETTER


"NÃO NEGOCEIAM POR MENOS DE 30 MILHÕES": SPORTING 'ENTALADO' E VARANDAS PREPARA LIVRO DE CHEQUES
Futebol

"NÃO NEGOCEIAM POR MENOS DE 30 MILHÕES": SPORTING 'ENTALADO' E VARANDAS PREPARA LIVRO DE CHEQUES

 

Icon Comentário0
INÁCIO MAIS PERTO DE FICAR NO SPORTING E BEM PODE AGRADECER A JARRAD BRANTHWAITE
Futebol

INÁCIO MAIS PERTO DE FICAR NO SPORTING E BEM PODE AGRADECER A JARRAD BRANTHWAITE

 

Icon Comentário0
DIOMANDE TOMA DECISÃO DRÁSTICA QUE O AFASTA… DO SPORTING
Futebol

DIOMANDE TOMA DECISÃO DRÁSTICA QUE O AFASTA… DO SPORTING

 

Icon Comentário0