NOITE BRILHANTE DO SPORTING E ESPECIAL PARA RÚBEN AMORIM, QUE PROTAGONIZOU MAIS UM MOMENTO HISTÓRICO PELOS LEÕES
Desempenho é encarado como um bom presságio, já que a turma leonina foi quase sempre campeã quando alcançou este registo
Redação Leonino
Texto
6 de Janeiro 2024, 09:57
Rúben Amorim, Sporting

Rúben Amorim atingiu a segunda maior goleada no campeonato desde que assumiu o comando técnico do Sporting, sendo esta também a maior na presente edição. Sob a liderança do atual treinador, os leões superaram-se apenas quando venceram o Braga por 5-0, na temporada 2022/23.

Além da goleada frente aos minhotos, por cinco bolas sem resposta, o Sporting construiu uma vitória com os mesmos números que fez contra os canarinhos, na última jornada da época 2020/21, diante do Marítimo, quando já tinha assegurado o título de campeão nacional.

Registam-se, para além destas três, ainda cinco goleadas por 4-0 sob a orientação de Rúben Amorim. Foram estes contra o Marítimo (casa), Paços de Ferreira (fora), Portimonense (casa), Santa Clara (casa), Guimarães (fora) e o Tondela (casa).

Independentemente do grau de conforto, os leões continuam a transformar Alvalade numa fortaleza na temporada 2023/24. A equipa venceu os primeiros nove jogos em casa na competição, repetindo este feito pela oitava vez na história. Este desempenho é encarado como um bom presságio, já que o Sporting foi quase sempre campeão quando alcançou este registo.

As ocasiões anteriores foram nas épocas de 1939/40, 1946/47, 1948/49, 1953/54, 1969/70, 1973/74 e 1979/80, sendo esta última a última vez em que tal ocorreu, conforme mencionado pela página ‘Playmaker’. A única exceção foi na temporada 1939/40, quando os leões terminaram em segundo lugar, atrás do Porto.

Imagem de destaque
  Comentários