SPORTING NA CORRIDA POR UM DOS MAIS VALIOSOS DO MUNDO? INÁCIO E DIOMANDE FAZEM COMPANHIA AO JOGADOR
Além dos centrais de Rúben Amorim e de outro craque dos leões, alvo prioritário do Clube de Alvalade é nome de destaque
Redação Leonino
Texto
5 de Abril 2024, 20:10
Gonçalo Inácio, Ousmane Diomande, Sporting

Santiago Giménez é alvo prioritário do Sporting, garantem no estrangeiro (saiba mais AQUI). O avançado do Feyenoord figura na lista dos jogadores mais valiosos do mundo a atuar fora das cinco principais ligas e, além de Ousmane Diomande e Gonçalo Inácio, centrais do Sporting, tem também a companhia de Viktor Gyokeres.

Empatado com Endrick em primeiro lugar, Gyokeres está avaliado em 55 milhões de euros, assim como o jovem de 17 anos do Palmeiras, que o Real Madrid já conseguiu assegurar para a próxima temporada, por 37,5 milhões. No top 10 da lista surgem ainda mais dois jogadores do Sporting: Ousmane Diomande e Gonçalo Inácio e, ainda, dois do Benfica e um do Porto.

Logo atrás dos primeiros classificados, surge o médio português João Neves e o colega de equipa António Silva – ambos os jogadores do Benfica avaliados em 45 milhões, assim como três outros na tabela. São eles Santiago Giménez; Neymar, pelo Al Hilal de Jorge Jesus; Diogo Costa, pelos dragões lusitanos.

O top 10 da lista fecha com mais dois futebolistas que alinham pela equipa de Rúben Amorim, Diomande e Inácio. Ambos estão avaliados em 40 milhões, tal como Bakayoko, do PSV, e Rúben Neves, do Al Hilal. É ainda de referir o valor de dois outros atletas do Sporting, Pote e Hjulmand, avaliados em 30 milhões de euros.

A liga portuguesa é a que mais contribui com jogadores para o top 25 mais valiosos fora das cinco principais ligas, com 10 futebolistas a integrar a lista. Viktor Gyokeres, que lidera o elenco, chegou esta época aos verdes e brancos e é já o melhor goleador da presente época da Liga Portugal, destacando-se como peça fundamental do Sporting e estando na mira de vários gigantes internacionais.

Confira a publicação:

Melhores momentos de Santiago Giménez:

  Comentários