“TEM MUITO TALENTO”; FATAWU VIVEU ÉPOCA DE SONHO E MEMBRO DA ESTRUTURA DO SPORTING DEIXA ELOGIOS
Internacional ganês cumpriu cedência bem sucedida em emblema que milita no segundo escalão do futebol inglês
Redação Leonino
Texto
27 de Abril 2024, 14:29
Fatawu, Leicester, Sporting

Abdul Fatawu, extremo do Sporting cedido ao Leicester, foi um dos temas abordados na conferência de imprensa de Rúben Amorim de antevisão ao Clássico frente ao Porto. O técnico dos verdes e brancos fez questão de enaltecer qualidades do ganês e de o felicitar por conta da subida para a Premier League com os foxes.

“Fatawu é um jogador com muito talento, mas às vezes os treinadores não conseguem tirar o melhor deste ou daquele jogador. Por isso é que o fomos buscar e até fizemos um bom investimento. Vamos ganhar dinheiro com ele e o projeto passa muito por aí, ter mais-valias que nos podem ajudar a manter os melhores jogadores. O Fatawu portou-se muito bem aqui, jogou nas três equipas sempre com um grande comportamento, estou muito feliz por ele”, apontou.

O futebolista nunca contou para Rúben Amorim e este acabou emprestado para a turma que milita no Championship. O acordo entre o Leicester e o Sporting quanto ao internacional ganês contemplou uma cláusula de compra obrigatória (cerca de 17 milhões) caso estes subissem do Championship para a Premier League ou que o antigo camisola 18 do Clube de Alvalade realizasse menos de 60% dos embates. Assim sendo, a direção de Frederico Varandas vai encher os cofres com a chegada de 9,1M por parte do passe de Abdul Fatawu. A restante parcela do valor está destinada para o Steadfast, antigo clube do agora futebolista do Leicester.

Recorde-se que em 2022/23, Abdul Fatawu – avaliado em 7 milhões de euros – realizou 26 jogos entre a equipa principal, o conjunto secundário e os juniores do Sporting. Ao todo, o extremo marcou cinco golos e fez uma assistência, mas nunca foi, de facto, aposta de Rúben Amorim, sendo cedido ao conjunto que se sagrou campeão inglês, na temporada 2015/16.

Esta temporada, explodiu sob comando de Enzo Maresca. O treinador italiano conseguiu tirar partido do jogador, que, em 41 partidas disputadas (2.833 minutos), conseguiu marcar sete golos e fazer 12 assistências, ambos máximo de carreira

  Comentários