TEMPOS DIFÍCEIS? PLANTEL DO SPORTING FAZ 'EXIGÊNCIA' A VARANDAS E QUER PERMANÊNCIA DE PEÇA BASILAR EM ALVALADE
Futebolista verde e branco tem sido muito sondado no mercado de transferências de inverno, mas leões têm pedido a fazer
Redação Leonino
Texto
4 de Janeiro 2024, 10:59
morita gonçalo inacio essugo sporting paulinho coates nuno santos

Com a abertura do mercado de transferências de inverno, vivem-se tempos de incerteza no Sporting em relação a Gonçalo Inácio, central verde e branco. Isto porque, o português tem sido alvo de uma imensa cobiça internacional e a sua cláusula de 60 milhões de euros pode estar em risco de ser batida.

Com o Clube de Alvalade em total vento em popa na luta pelo título, os leões querem preservar ao máximo o plantel para continuarem presente nas quatro frentes, com especial atenção à Liga Portugal Betclic e a permanência do camisola 25, até ao final da temporada, é a prioridade máxima.

E até mesmo o plantel sente a necessidade de manter todo o núcleo duro para a segunda parte da temporada e Sebastián Coates, capitão dos leões, falou pelo grupo e fez um ‘pedido’ a Frederico Varandas, esperando que Inácio, a sair, “que seja só no final da época e não agora”.

Ainda assim, o Sporting já se foi preparando para uma possível venda de Gonçalo Inácio e comprou Rafael Pontelo, central de 20 anos, num negócio que rondou os 800 mil euros. O ítalo-brasileiro ficou munido de uma cláusula de rescisão de 45 milhões de euros.

Gonçalo Inácio, recorde-se, renovou contrato com os leões no passado mês de agosto. O novo vínculo, que tem duração até junho de 2027, serviu para defender os verdes e brancos de uma eventual perda do central, que passou a contar com uma cláusula de rescisão maior (era de 45 milhões).

Esta temporada, Gonçalo Inácio – avaliado em 40 milhões de euros – regista 24 jogos (1.764 minutos) pelo Sporting, tendo feito o gosto ao pé em três ocasiões – frente ao Vitória de Guimarães e um bis diante do Sturm Graz, na Liga Europa.

  Comentários