AUGUSTO INÁCIO COLOCA ROGER SCHMIDT A UM CANTO E DEIXA RASGADOS ELOGIOS AO SPORTING DE AMORIM: "SE CALHAR, FOI O JOGO DO TÍTULO"
Antigo técnico e dirigente dos verdes e brancos analisou momento de forma de leões e águias
Redação Leonino
Texto
13 de Março 2024, 08:09
Rúben Amorim, Sporting, Augusto Inácio, Roger Schmidt, Benfica

Augusto Inácio não tem dúvidas de que o Sporting de Rúben Amorim tem sido a melhor equipa da Liga Portugal Betclic até ao momento, superando o Benfica de Roger Schmidt e o Porto de Sérgio Conceição. Em entrevista ao jornal ‘A Bola’, o antigo técnico e dirigente dos leões deixa rasgados elogios ao treinador da turma de Alvalade.

“É a equipa mais consistente desde o princípio da época até agora. O Sporting tem mantido uma bitola excecional e já devia ter sete ou oito pontos de avanço. Não que o Benfica não mereça ter os pontos que tem, porque mesmo não jogando bem, vai ganhando os seus jogos. Mas, de forma sumariada, o Sporting tem sido a melhor equipa, o Porto tem. Esta época, o Sporting tem tudo, sinceramente, para ser feliz”, referiu Augusto Inácio.

“O Sporting jogou com a Atalanta a pensar no Arouca. Mas o que aconteceu em Arouca fez bem à equipa, e se calhar esse foi o jogo do título. A gestão do Rúben Amorim pode não ter dado para ganhar à Atalanta, mas não podemos esquecer que ganhar o Campeonato é a prioridade de todos os clubes, do Sporting, do Benfica e do Porto. E depois o resto logo se vê”, atirou Inácio.

“Ele [Rúben Amorim] é tão bom treinador fora do campo, como dentro do campo, e ainda na comunicação. Explica-se bem e não procura desculpas. Por exemplo, Roger Schmidt, quando toda a gente, a começar pelos benfiquistas, viu que a equipa jogou mal, vem dizer que jogou muito bem e mereceu ganhar. E o Rúben não é assim”, considerou Augusto Inácio.

“Quando jogávamos, era mais a olho, hoje há aqueles gabinetes de alta performance, os GPS todos, que apontam os limites dos jogadores. Porque é que em Arouca o Coates saiu? Provavelmente estava no limite e o Rúben não quis correr riscos, uma vez que uma lesão muscular nesta altura estraga o resto da época”, finalizou Augusto Inácio.

Imagem de destaque
  Comentários